Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Mulher vive em risco permanente


O peixim, mais uma vez, foi acusado, injustamente.  No corredor, o seu Tiziu, famoso floricultor, e especialista em bombons, me acusou de venenoso! Imagina! Só porque eu falei que em "Rondônia" tem vara digital? Além da distribuição gratuita de miratinga.  Ou seja, Mulher vive em risco permanente: Se morder, a língua já era.  À míngua, elas andam com pirulas azuis! Porém, eu comi poeira.  Não perguntei ao seu Sena, se de mim não tem pena! Fiquei foi com medo, pois, sem emprego, vi o homem criando CPI.  Sem receio nenhum de Sintero.  Sena não sofre de nada, nem tem coração: não deu espaço pro Cândi! Duvido, mesmo, que tenha tinta na mão.  Eu quero é CPI, Isonomia não! Seja do que for! Depois que soube das sessões de descarrego, lá, de jornalista não tem vez, pois mexe com matéria, não com espírito! Quem disse foi o vizinho.  Apareceu, e rindo, seu Ladeia, aqui, o metro e perigoso.  Só com espingarda de cano torto, naturalmente. Pro fim, hoje, não posso esquecer: seu Sílvio ta em festa, mas, quem comemora são elas! To com a peste! Mas, sem elas.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: