Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Lembraram do peixinho mais ameaçado do Madeira


O ladrão na biblioteca:o dinheiro ou a vida? E a bibliotecária: - Você é ladrão e português.  Que cruel!  É como aguentar Lulex respondendo perguntas ou prometendo coisas.  É preciso ser masoquista! Ou petista porque ganha alguma coisa.  E tem um bocado de governador agarrado no pincel sem querer, de jeito nenhum, cair do céu.  Alguns, as pintonisas dizem, vão se queimar no sol ou no tribunal: vão levar pau.  E tem a história do ladrão que foi roubar o político e foi surpreendido e correu.  Começaram a gritar pega ladrão, mas o diabo é que ficaram em dúvida sobre quem devia pegar... É, Caetano, hein! Banana de pijama!!! Deus me livre! Melhor ficar na cama! Como metade dos deputados que, da sessão se pirulitaram, e não deram satisfação nenhuma.  Deve ser frio por antecipação.  Vou aproveitar a deixa e tomar umas, também, no embalo.  Nada de fazer correlação entre Clodovil e Serra estarem internados.  Cada um do seu lado.  E o pessoal de Furnas e Odebrecht?  Dona Norma nem o Bonifácio lembraram do peixinho mais ameaçado do Madeira:  O Cândi. Vou procurar emprego de peixinho propaganda do Pró-Usinas.  No Comitê, quem sabe, seu Adélio me arruma.  Larga meu rabo, seu Genaro!

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: