Porto Velho (RO) terça-feira, 13 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Fazendo sucesso só Daniela na Expoari!


O charles Bukowski, conhecido por velho Burk ou velho sujo, dizia que "É possível amar um ser humano, desde que você não o conheça muito bem".  E quem nasce pires não sobe a prato também!  No máximo a pato.  E coisa pior do que jogar na defesa é ser substituído por Jobim! Prim! Prim!  E o sargento Garcia não vai embora?  Xô!Xô!  Tá na hora! Pena que que Lulex não beba pra fazer como Jânio! Um dia insone bebeu e recuperou a razão livrando toda a nação.  Bem que Lula, Lêlê, Lulu podia fazer um país feliz!  Enquanto isto não acontece só há um jeito: esperança e prece! E dizem que não há mais aeroportos todos, agora, Ah!  Eram portos! Muitos viraram rodoviárias de luxo.  O pessoal vai lá alugar táxis ou vans pra viajar!  E o médico dizendo que tô com pressão alta!  Que é preciso diminuir comida com sal!  Como?  Se sou fiel à Tininha que nunca antes foi tão sem sal!  Tô eu e o Fla nas últimas! Fazendo sucesso só Daniela na Expoari!  Me dá uma das pra quem passa mal! 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: