Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

É verdade


É verdade que nunca tive sorte mesmo, pois, aos seis anos ganhei minha primeira mesada, porém, só me rendeu uma cicatriz: foi na testa mesmo. E a Tininha, que anda mesmo me azucrinando, diz, comigo troçando, que sou um trabalhador milagroso: é um milagre quando trabalho. Nem adianta dizer que viver pedindo um empreguim, como vivo, é um trabalho estafante. Não me importo, no entanto, com as críticas e sigo adiante! Uma hora alguém há de ver o talento que tenho que, até hoje, ninguém enxerga. Sou como (só como não, seus maldosos) essas ervas que resistem e só o vento enverga. Igual a mim pra agüentar crises só mesmo o seu Confuso cujo governo vive uma crise eterna e, quando menos se espera, alguém resolve curar greve com cassetete de PM. Bem resolver não resolve, mas, que dói pra cachorro não tenho dúvidas. De polícia, aliás, é a outra coisa da qual corro, mas, pra bem longe. Já de cachaça, sou esperto, corro pra bem perto! De fato estou tentando mesmo acabar com o álcool. Porém, quanto mais bebo mais fabricam. Uma pra molhar o bico!

Fonte: Candiru do Madeira

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: