Porto Velho (RO) sábado, 21 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

E nem começaram o PAC direito e a PF


No seu show em Brasília, Chico Buarque presenteou Lulex com uma camisa do Fluminense.  O detalhe pitoresco é que a camisa não era dele!  O ti-ti-ti-mór é sobre um jornalista, indômito varão de Plutarco (vá ao dicionário!), com grandes serviços prestados à pátria, às pretas, brancas e louras, que deu o ar da graça com um celular cor de rosa.  Até tu,  Danoninho?  Não foi César quem disse, mas o grande Francis Pine Tree que é inocente.  Inocentíssimo!  Quer a fruta, ainda, vestida e verde.  Mas, quem disse, que com tanto viço precisa ficar madura?  Jura, de pés juntos, não saber o que Cássio e Cassol têm em comum... Aprobabilidade de que, mais tarde, o peixe mate uma talagada  de 61!  E nem começaram o PAC direito e a PF, plac, já prendeu alguns por fraudar licitações!  Eia, Bando de ladrões!  E, também, no Luz Para Todos!  É que a "tchurma"  já mete a mão no dinheiro!  Brasil, pátria dos mensaleiros! Ninguém bebe? Deixa comigo, e com o vice, visse? Ou,vixê Maria!

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: