Porto Velho (RO) quarta-feira, 8 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

E hoje


E hoje, o Alto Madeira, completa 95 anos! Hei, seu Euro, independente da Bohemia, não dá pra comemorar com uma 161! Pode ser vinho ou rum! O Rodrigo Santoro diz que “Sou um cara muito simples”. Eu também! Mas, não sou ator nem ganhei tanto dinheiro. Baixa o pano ligeiro, senão, verão que mesmo entre os mais simples há uma grande diferença! Desce outra que compensa! E o seu Agnelo Queiroz diz que “Dilma e o PT não me abandonaram”. E o povo de Brasília grita “Que pena!”. E é puro boato esta história de que FHC não vai ajudar na campanha de Serra em São Paulo. Agora, convenhamos, deixar de viajar pra China e o Oriente Médio, com tudo pago e direito à bajulação, até eu, que sou mais bobo, não deixo não! A boa decisão do STF sobre anencéfalos (sem cérebros) serem abortados não poderia ser adotada pelo Congresso? Em relação aos secretários e assessores do seu Confuso eu não digo nada. Já se trata de um problema de saúde! Bota outra, me ajude!

Fonte: Candiru do Madeira / Jornal Alto Madeira

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: