Porto Velho (RO) quinta-feira, 19 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Descobri que é a lingüiça que tá encarecendo o churrasco



Descobri que é a lingüiça que tá encarecendo o churrasco e a batata teve a maior queda de preço, logo, tô fazendo churrasco com batata! Sem carne! Só batatinha! A vizinha querida já sabe quando faço churrasco e grita: -Sua batatinha tá assando! Eh!Vida! Churrasco de batata é mais saudável e mais barato! E vou atrás do seu Fred Perillo, embora ele ande desaparecido. Não é possível que, como cantiga de grilo, ele me repita que não me arranja uma vaguinha! Vou lembrar que ele já provou da minha caipirinha, já dividiu uma Seleta e uma Canarinha e um Vale Verde, enfim, o homem é mineiro mesmo! Inclusive sempre pedia torresmo! É minha grande oportunidade! Ou ele ou seu Avenilson Trindade há de me salvar deste desemprego secular! Ah! E também quem sabe a dona Neila na educação não me dá a mão! Uma mulher que foi gestora de informação do Sebrae há de saber que se não der um empreguim pro peixe o governo não vai! Duas com limão ou a casa cai!

Fonte: Candiru do Madeira / Jornal alto Madeira


 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: