Porto Velho (RO) segunda-feira, 29 de novembro de 2021
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Como já disse


Como já disse pro seu Valdemar, chefe de gabinete do seu Confuso, eu poderia estar por aí roubando, matando, me corrompendo, prevaricando, assaltando, mas, não, tô só incomodando os homens um pouquinho pedindo meu empreguinho! Até lembro do cumpadê Ciço que sempre diz que pedir não é nada demais. O problema é de quem dá ou não! Uma com limão. Homem sábio também diz que “O que é um preguim a mais na bunda de um faquir gordinho?”. Aliás, gosto é gosto, em março, abril ou agosto, tanto que seu Mangabeira Unger é capaz de comer empada com água com gás! Já, pelo meu lado, nem me sinto culpado de, antes mesmo de ser adotado pelo Brasil como símbolo o tatu, beber uma Tatuzinho com toucinho! E aí Zu quer eu pra tu? Se disser que sim tudo fica azul. Se disser que não vai partir meu coração!

Fonte: Candiru do Madeira / Jornal Alto Madeira

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: