Porto Velho (RO) sábado, 22 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Antônio de Almeida

DIA DO ENGENHEIRO DE PESCA: 14 DE DEZEMBRO “QUEM É DO MAR NÃO ENJOA”


Uma viagem ao mar para celebrar o dia do Engenheiro de Pesca. - Gente de Opinião
Uma viagem ao mar para celebrar o dia do Engenheiro de Pesca.

O profissional Engenheiro de Pesca tem o 14 de dezembro como a data alusiva a celebração desta profissão que tem um significativo potencial e uma grande responsabilidade para produção de alimento, com geração de emprego e renda, segurança alimentar, inclusão social e de preservação dos recursos hídricos e pesqueiros — considerados como importantes pilastras de sustentação da economia, de desenvolvimento socioeconômico e de sustentação e da consolidação do PIB nacional.

 

PAPEL DO ENGENHEIRO DE PESCA

 

Por definição, de acordo com o Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia – CONFEA pode definir que o Engenheiro de Pesca é um profissional de formação superior com competência para desenvolver o ensino, pesquisa, extensão, supervisão, planejamento, coordenação e execução de atividades integradas para aproveitamento dos recursos naturais aquícola, o cultivo e a exploração sustentável dos recursos pesqueiros marítimos, fluviais e lacustres e sua industrialização. 

 

            Dentre as principais áreas de atuação do Engenheiro de Pesca, podemos destacar:

Aquicultura; Ecologia Aquática; Tecnologia da Pesca; Tecnologia do Pescado; Extensão Pesqueira; Ensino e Pesquisa; Administração e Economia Pesqueira e Planejamento Pesqueiro.

 

Para tanto, o profissional necessita estudar a biodiversidade dos ecossistemas aquáticos visando à aplicação biotecnológica; planejar, gerenciar, construir e administrar obras que envolvam o cultivo de organismos aquáticos; desenvolver atividades de manejo e exploração sustentável de organismos aquáticos; utilizar técnicas de cultivo de organismos aquáticos.  

 

COMO ATUA O ENGENHEIRO DE PESCA?

     

     Dentre as principais atribuições do Engenheiro de Pesca, têm destaques:

·         adotar o planejamento estratégico do potencial aquícola regional e nacional;

·         projetar o dimensionamento na administração e na gestão da pesca e  da aquicultura;

·         viabilizar a instalação e a manutenção de equipamentos usados pela indústria pesqueira e de beneficiamento.

·         estudar e aprimorar técnicas de reprodução e de cultivo de animais e vegetais aquáticos, tais como: peixes, crustáceos, moluscos, répteis, quelônios, algas e outros;

·         empregar métodos e técnicas de captura, beneficiamento, conservação de produtos aquáticos;

·         atuar na administração e gestão da pesca e da aquicultura, bem como no dimensionamento das instalações e manutenção de equipamentos empregados na indústria pesqueira e no beneficiamento do pescado.

·         participar da exploração de pescado, como planejamento, estudo, pesquisa, ensino, assessoramento, execução de obras, produção e vistoria de projetos e indústrias;

·         atuar no ordenamento dos recursos pesqueiros e na política de fomento à pesca e à aquicultura;

·         inspecionar a produção de pescado e na prestação de assistência técnica em todos os níveis da extensão pesqueira, difusão de tecnologia e fomento.

 

ÁREAS DE ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO DE PESCA

 

Na ADMINISTRAÇÃO e na ECONOMIA PESQUEIRA – no sentido de promover o planejamento, a implantação e o gerenciamento de empresas pesqueiras;

Na AQUICULTURA: na projeção fazendas e viveiros e desenvolver técnicas para cultivo de organismos aquáticos, marinhos e de água doce, e, ao mesmo tempo realizar estudos de viabilidade técnica, econômica, social, jurídica e ambiental;

Na ECOLOGIA AQUÁTICA: no sentido de estudar os diversos ecossistemas aquáticos a fim de garantir a exploração sustentável;

 

            Na EXTENSÃO PESQUEIRA: na orientação de comunidades pesqueiras a fim de promover o aumento de produtividade e da promoção socioeconômica e sustentável;

 

            Na INVESTIGAÇÃO: a fim de viabilizar a realização de pesquisas científicas na região e, ao mesmo tempo, explorar o potencial pesqueiro e aquícola disponível para implementação de projetos produtivos para atender as demandas da população;

 

No PLANEJAMENTO: viabilizar a realização de um planejamento estratégico a fim de dimensionar as potencialidades e vulnerabilidades da região para elaborar projetos e programas para promover o desenvolvimento e desenvolver tecnologias apropriadas para realizar de capturas e de processamento da produção.

 

Na TECNOLOGIA PESQUEIRA: estudar o potencial pesqueiro a fim de promover a exploração racional dos recursos pesqueiros e elaborar programas e projetos para promover o desenvolvimento através de técnicas de localização e de captura de animais aquáticos;

Na TECNOLOGIA DO PESCADO: promover a qualificação técnica através da difusão de tecnologia e fazer o controle sanitário e inspeção da conservação, o beneficiamento e a industrialização, agregando valor e desenvolvendo novos produtos.

 

 

SAUDAÇÕES AOS ENGENHEIROS DE PESCA

 

Neste dia 14 de dezembro dedicado ao profissional Engenheiro de Pesca venho através desta ESPINHA NA GARGANTA fazer votos de sucesso e de plena realização profissional para todos os colegas e as colegas amigos e amigas dos peixes e que tenham dedicação plena e máximas realizações no pleno exercício desta prazerosa profissão que é ser Engenheiro de Pesca.

 

Eu, a exemplo de tantos outros colegas engenheiros de pesca de todo o país,  temos tanta dedicação a esta profissão que até nossas companheiras escolhidas são Engenheiras de Pesca.

 

Portanto, nesta data dedicada ao profissional Engenheiro de Pesca venho saudar e parabenizar a LUISA CABRAL SANTOS, Engenheira de Pesca, companheira de todas as horas, parceira, esposa, mulher, amante  e colega de tantas lutas e de tantas travessias, provando por A + B que “quem é do mar não enjoa”. 



·         a força de suas ondas bravias que se transforma em fúria e produz violência;

·         a imensidão de seu volume que  nos remete ao menino Jesus e ao amor infinito.



Neste sentido, se podem provar que o MAR não é apenas o palco de trabalho dos bravos, mas, também, tem espaços amplos e camarotes especiais para  se celebrar estas datas comemorativas, para o deleite e para o amor.

_______________________________________________________________



Antônio de Almeida Sobrinho prestou consultoria técnica junto aos seguintes organismos nacional e internacional:

 

·         ELETRONORTE  - Centrais Elétrica do Norte do Brasil, no período de 2003 a 2005 com vistas à implementação e operacionalização do Projeto Unidades Produtivas Comunitárias para Criação de Tambaqui em Tanques-rede, na sub-bacia hidrográfica do baixo rio Candeias, no município de Candeias do Jamari-RO;

    

·         CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico — de 1998 a 2000, na condição de Consultor DTI, junto ao Governo do Estado de Rondônia e responsável técnico por difusão de tecnologia do pescado, em nível Estadual;

   

·         PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento — de 2000 a 2002, na condição de Consultor Técnico, junto ao CNPT/IBAMA, com relevantes serviços prestados a vários estados da Região Norte, com destaques para Rondônia, Acre e Amazonas.

____________________________________________________________________________

Antônio de Almeida Sobrinho é graduado em Engenharia de Pesca (UFC-CE); Pós-Graduação em Tecnologia do Pescado (Lato sensu) pela  (FAO/UFRPE e MAPA); Pós-Graduação (Lato sensu) em Análise Ambiental na Amazônia Brasileira pela (UNIR/CREARO); Pós-Graduação (Lato sensu) em Metodologia do Ensino Superior – UCAM-MG (Conclusão) e tem Pós-Graduação (Stricto sensu), em nível de Mestrado, em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pela (UNIR).

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Antônio de Almeida

 A educação do Brasil - Tsunami da Era PT

A educação do Brasil - Tsunami da Era PT

Em épocas bem recentes, não faz muito tempo, que um aluno que concluía a 5ª Série de primeiro grau este estava preparado para ser sabatinado em toda

Bolsonaro pode ter celular apreendido?

Bolsonaro pode ter celular apreendido?

De acordo com o texto constitucional da Constituição Federal de 1988, “assegurando em nível de cláusula pétrea, e visando, principalmente, evitar qu

As 5 maiores pandemias globais: do coronavírus  à peste bubônica

As 5 maiores pandemias globais: do coronavírus à peste bubônica

[I] NOVO CORONAVÍRUS O novo Coronavírus (COVID-19) é caracterizado como uma doença infecciosa tendo como causa um novo vírus que causa graves prob

Bolsonaro quer ‘restabelecer a verdade’: a demissão de Sérgio Moro

Bolsonaro quer ‘restabelecer a verdade’: a demissão de Sérgio Moro

Em plena “pandemia” do novo Coronavírus — quando o Brasil está mergulhado num mar de incertezas, com a crise na saúde, com a proliferação do vírus c