Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

A C L E R

Vossa Santidade: O Papa!



Ela sempre ouvia falarem do Papa. Inúmeras vezes tinha ouvido boras referências àquela pessoa tão especial. De tanto ouvir sobre ele, veio od esejod e conhecê-lo.

Mas para vê-lo precisava aderir a costumes, crenças e filosofias. Tentou adaptar-se às novas regras.... Mas não conseguiu.. E a vontade de ver o Papa aumentava a cada dia que passava.

Resolveu então seguir a ética. Apesar de não aderir aos costumes, trazia uma vontade pura e intensa em seu coração que motivava sua perseverança e a vont6ade de conhecê-lo.

Expos-se, revelando sua vontade, pedindo autorização a representates, secretários, ministros, presidentes, adidos e embaixadores. E nada!

A resposta era sempre "não", com a habitual justificativa alegando falta de praparo, falta de maturidade ou falta de merecimento. Alguns faziam até ar de riso, achando seu sonho irreal demais, e em seguida explciavam, em tom formal: Quem se aproxima de Sua Santidade são clérigos, pessoas desprovidas de pecados e apegos, que sublimaram a vida comum, e a aconselhavam: Por que não entra para o clero? Deixe suas paixões de lado, daí ao final de longos anos, após ter purgado seus pecados, talvez você veja o Papa

Foi aí que veio a inspiraçáo...

Em nome do papa ela cometeu seu primeiro pecado: Mentiu.

Logo depois veio o segundo pecado: Dissimulou.

Seguiu-se também o terceiro pecado: Fingiu.

No quarto pecado adulterou o próprio adultério.

Aproximava-se mais e mais de seu desejado sonho, via-o cada vez mais realizável.

E após muitos pecados, em um mês de outono, viu-se frente a frente com o papa!

Ele vestia um roupão bege e seus cabelos ainda estavam molhados do banho. Estava longe de ser moribundo, possuía um olhar  intenso e uma aura magnética...

Ele sorriu, estendendo-lhe a mão... Aproximou-se e abraçou-a.

Ela encostou o rosto em seu peito sentindo os pelos roçarem-lhje na pele....Sim! Aquilo parecial irreal...

Ele beijou-lhe os cabelos,... A testa... A face... E antes de beijá-la na boca, olhou-a nos olhos e sussurou em tom solene: EIS O MISTÉRIO DA FÉ!.
 

Fonte: (Arlene Gorayeb, poeta, contista, membro da Academia de Letras de Rondônia)
 

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre A C L E R

Academia de Letras de Rondônia lança primeira Antologia

Academia de Letras de Rondônia lança primeira Antologia

Contos, crônicas, poesias e histórias diversas são os estilos adotados pelos 23 imortais que participam da Antologia 2017, que está sendo lançada por

ACLER tem sarau cultural amanhã

ACLER tem sarau cultural amanhã

  Será amanhã, sexta-feira, a partir das 19 horas, no hall da Unir/Centro, o Sarau Cultural  realizado pela Academia de Letras de Rondônia, ACLER, dan

ACLER comemora 31 anos com Sarau na Francisco Meirelles

ACLER comemora 31 anos com Sarau na Francisco Meirelles

  Acadêmicos na sessão solene da Assembleia legislativa em 2016 pela passagem dos 30 anos da ACLER Os 31 anos de criação da Academia de Letras de Rond