Porto Velho (RO) terça-feira, 23 de julho de 2019
×
Gente de Opinião

Amazônias - Gente de Opinião

Amazônias

Seminário Agropecuária Sustentável na Amazônia acontece dia 29/8 em Porto Velho


Seminário Agropecuária Sustentável na Amazônia acontece dia 29/8 em Porto Velho - Gente de Opinião

O que há de mais atual e inovador para o desenvolvimento de uma agropecuária mais sustentável, do ponto de vista técnico, econômico e ambiental, será apresentado durante o Seminário de Agropecuária Sustentável na Amazônia, que acontecerá no dia 29/8, no auditório da Embrapa Rondônia, na BR 364, Km 5,5, Porto Velho – RO. As vagas são limitadas, mas as inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no endereço eletrônico bit.ly/2MvHYCX. Mais informações pelo telefone (69)9 9610-0555 (WhatsApp). O público alvo são estudantes, técnicos extensionistas e produtores rurais.

Os assuntos que serão tratados no evento atendem demandas atuais dos mercados da carne e do leite bovinos. Com o tema Inovações Tecnológicas para Sistemas Integrados, o Seminário reunirá especialistas renomados na área. Os destaques serão a marca-conceito Carne Carbono Neutro – CNN e o Aplicativo Arbopasto. A CCN é um assunto atual e estratégico para transformar o mercado nacional e internacional da carne bovina. A produção de carne sob o conceito CNN é realizada em sistemas integrados, com pastagens na presença de árvores, e a partir de um manejo adequado do pasto, o que torna possível estocar carbono no solo e permite reduzir ou mitigar as emissões de gases de efeito estufa, principalmente o metano, pelos animais.

Para auxiliar na introdução do componente arbóreo nesses sistemas, em breve, produtores e técnicos terão à disposição o Aplicativo Arbopasto, que disponibilizará informações de 51 espécies arbóreas com potencial para arborização de pastagens de forma fácil e rápida. “Será a primeira vez que os pesquisadores responsáveis pelo desenvolvimento do Aplicativo Arbopasto irão mostrar a tecnologia. A ideia é fazer um ‘teste de usuário’ com o público do Seminário, para coletar críticas e sugestões para aprimorar o aplicativo antes de lançar e disponibilizá-lo ao público geral”, explica a pesquisadora da Embrapa Rondônia, Ana Karina Salman.

Segundo a pesquisadora, a pecuária bovina na Amazônia enfrenta o estigma dos impactos ambientais negativos, e que se agrava quando se considera o problema da degradação das pastagens que gera prejuízos econômicos e sociais bilionários para o País, pois a propriedade agrícola torna-se improdutiva e incapaz de sustentar as famílias que dela dependem. “É importante desenvolver uma base científica que suporte o uso mais amplo dos sistemas integrados de produção como alternativa ao sistema tradicional de pecuária baseado no monocultivo de pastagem”, conclui Salman.
 
Pecuária em Rondônia

O rebanho bovino em Rondônia ultrapassou as 14 bilhões de cabeças. O Estado possui hoje o 6º maior rebanho bovino do Brasil, é o 5º maior exportador de carne bovina e o 8º produtor de leite. Na região Norte, Rondônia possui o 2º maior rebanho bovino, só fica atrás do estado do Pará, e é o maior exportador de carne e o maior produtor de leite. Somente a cadeia produtiva da carne movimentou mais de 500 milhões de dólares em 2017 no estado. Dada a importância econômica da pecuária bovina para Rondônia, faz-se necessário que sejam discutidos assuntos atuais e tecnologias que estão sendo desenvolvidas para atender a esse importante setor da economia.

Conheça os palestrantes

Fabiana Villa Alves: zootecnista e pesquisadora da Embrapa Gado de Corte. Em 2010, foi Professora Visitante na Universidade de Pádova – Itália. Coordena projetos de pesquisa e extensão voltados para os temas de bem-estar e ambiência em sistemas de produção, com ênfase em sistemas em integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) e no Programa Carne Carbono Neutro.

Amaury Antônio de Castro Junior: professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), é cientista da computação, idealizador e coordenador do Programa de Extensão NERDS da Fronteira – Núcleo Educacional de Robótica e Desenvolvimento de Software, e atua, voluntariamente, como Secretário Regional da SBC (Sociedade Brasileira de Computação) no estado de Mato Grosso do Sul e Representante Estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica.

Camilo Carromeu: cientista da computação e analista de Tecnologia da Informação da Embrapa Gado de Corte, coordena o Laboratory for Precision Livestock, Environment and Software Engineering (PLEASE Lab). Tem experiência na área de Engenharia de Software, com ênfase em Linha de Produtos de Software (LPS) e no desenvolvimento de soluções de tecnologia da informação aplicadas ao agronegócio e, mais especificamente, à cadeia produtiva de carne bovina.

Eliane Guaraldo: professora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, é arquiteta e urbanista e coordenadora do Laboratório de Pesquisa e Documentação em Arquitetura e Urbanismo no MS. Líder do Grupo de Pesquisa ARBOREA - Arborização, Recursos Naturais e Sustentabilidade. É membro da International Society of Arboriculture (ISA) e do Comitê Brasileiro de Certificação e Normalização em Arborização Urbana (CBCN).

Mario de Araújo Carvalho: técnico em Informática pelo Instituto Federal do Maranhão (IFMA) e estudante do Curso de Graduação em Ciência da Computação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), está vinculado aos Programas de Educação Tutorial (PET/SESu/MEC) e de Extensão NERDS da Fronteira (Núcleo Educacional de Robótica e Desenvolvimento de Software) e é bolsista de Iniciação Científica do Programa PIBIC-CNPq.

Realização e parcerias

O Seminário de Agropecuária Sustentável na Amazônia é uma realização da Embrapa, com a parceria da 3ª Feira de Negócios e Tecnologias Rurais Sustentáveis em Porto Velho – Portoagro, e da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Conta também com apoio do Banco da Amazônia e da Rede ILPF.

Mais Sobre Amazônias

Oficina apresenta manejo agroecológico de gado para ribeirinhos de reserva da Amazônia

Oficina apresenta manejo agroecológico de gado para ribeirinhos de reserva da Amazônia

Todo ano a história se repete para quem cria gado na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã, no Amazonas. Na época seca, quando o nível dos rios

Três curiosidades sobre a reprodução de peixes   na Amazônia

Três curiosidades sobre a reprodução de peixes na Amazônia

O manejo do pirarucu (Arapaima gigas), realizado em diferentes partes da Amazônia, é símbolo de um modelo de conservação onde os recursos naturais pod

Amazônia: Armadilhas fotográficas são usadas para monitorar predadores e comportamento de jacarés

Amazônia: Armadilhas fotográficas são usadas para monitorar predadores e comportamento de jacarés

houve registro inédito do gavião-preto como predador de ovos do jacaré-açu

Turismo pode ajudar a resgatar cultura kambeba na Amazônia

Turismo pode ajudar a resgatar cultura kambeba na Amazônia

Entre os kambeba da terra indígena do Jaquiri, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, no Amazonas, 47 das 49 pessoas que residem na peque