Porto Velho (RO) quinta-feira, 23 de maio de 2019
×
Gente de Opinião

Amazônias - Gente de Opinião

Amazônias

Planta da Amazônia é testada para produzir inseticida orgânico



Gente de Opinião
RIO BRANCO - A Embrapa Acre e a Universidade Federal de Viçosa (MG), estão pesquisando o uso de óleo de pimenta-de-macaco (Piper aduncum) como inseticida orgânico. A planta é uma espécie nativa, entre outras regiões, da Amazônia.

O projeto de pesquisa, que deve durar dois anos, vai ser executado primeiramente lavouras de milho. Além da função de inseticida, o óleo também está sendo testado como sinérgico, ou seja, uma substância utilizada para aumentar a potência de inseticidas comerciais, o que permite reduzir as doses de produto químico aplicadas.

Segundo o pesquisador Murilo Fazolin, coordenador do projeto, uma das metas da Embrapa, é prospectar no mercado elementos da biodiversidade amazônica para o desenvolvimento de produtos diferenciados. 

Fazolin informou que a grande demanda nacional e mundial para o mercado de inseticidas biológicos foi um dos motivos para desenvolvermos essa pesquisa. “Também pretendemos atender à agricultura orgânica”, disse. (AL)

Fonte: Portal Amazônia

Mais Sobre Amazônias

Como fica a Amazônia, Sr. Presidente?

Como fica a Amazônia, Sr. Presidente?

Onde e como a Amazônia entra nessa história escrita por linhas tortas?

Pesquisadores iniciam campanha de captura científica de onças-pintadas em reserva na Amazônia

Pesquisadores iniciam campanha de captura científica de onças-pintadas em reserva na Amazônia

Capturas científicas acontecem periodicamente há mais de dez anos na Reserva Mamirauá. Objetivo dos cientistas é monitorar o movimento e área de vida

Instituto Mamirauá oferece curso de manejo de pirarucu na Amazônia

Instituto Mamirauá oferece curso de manejo de pirarucu na Amazônia

Curso está na nona edição e capacita profissionais para a implementação de sistemas de manejo de pirarucu. Interessados podem se inscrever até 15 de m

Instituto Mamirauá está à procura de bolsistas para o estudo de práticas agrícolas na Amazônia

Instituto Mamirauá está à procura de bolsistas para o estudo de práticas agrícolas na Amazônia

As bolsas têm duração de até cinco anos e são indicadas à pesquisadores com disponibilidade de trabalhar na Amazônia Central, nas reservas onde o inst