Porto Velho (RO) terça-feira, 17 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Amazônias - Gente de Opinião

Amazônias

Pesquisadores localizam espécies ameaçadas no Pará


Pesquisadores localizam espécies ameaçadas no Pará - Gente de Opinião
Virola, uma das espécies estudadas pelo Museu Paraense Emílio Goeldi. Plano de Manejo para a Reserva Biológica do Tapirapé avanço rumo à conservação de espécies ameaçadas de extinção /VIA RURAL

 
 

AMAZÔNIAS

BELÉM –  Castanha-do-Pará, cipó-titica, angelim-pedra, cedro, odorata, mogno, geniparana e virola, a maioria típica de floresta tropical de terra firme. Tudo isso ainda existe e resiste no sudeste do Pará. O Plano de Manejo para a Reserva Biológica do Tapirapé (Rebiota) traz um pouco mais de informações a respeito da biodiversidade da região.

Com respeitável diversidade biológica, ela possui alta importância biológica. O estudo foi feito pela empresa Ambiental Consulting em colaboração com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, por meio de contrato com o Fundo Brasileiro para Biodiversidade (Funbio), no âmbito do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa). Revelaa aspectos da fauna e da flora da microrregião.

A Rebiota possui valor ecológico, estratégico e político global por sua inserção no Bioma Amazônia, e se constitui prioritária, além de se inserir entre as metas do Arpa. Localizada na ecorregião de Florestas Úmidas do Xingu/Tocantins–Araguaia e parte integrante dos municípios paraenses de Marabá e São Félix do Xingu, a reserva apresenta diversos tipos de vegetação, com predomínio de florestas abertas e densas.

 
 

Pesquisadores localizam espécies ameaçadas no Pará - Gente de Opinião
Angelim-pedra, típico de floresta tropical de terra firme
Foto: MADEIRA GUIMARÃES


 

Reportagem completa, de Vanessa Brasil está na Agência Museu Goeldi.

Mais Sobre Amazônias

Pesquisa faz levantamento de plantas utilizadas por parteiras tradicionais da Amazônia

Pesquisa faz levantamento de plantas utilizadas por parteiras tradicionais da Amazônia

Realizar partos é um conhecimento milenar transmitido de geração em geração pelos povos amazônicos. Com o objetivo de identificar os usos e espécies

Na Amazônia, sementes de plantas da várzea podem herdar ‘memória’ para sobreviver em época de cheia

Na Amazônia, sementes de plantas da várzea podem herdar ‘memória’ para sobreviver em época de cheia

É preciso olhar para cima para perceber a beleza grandiosa do mulateiro (Calycophyllum sprunceanum), árvore cujo tronco esbelto se direciona reto ao

Jovens lideranças ribeirinhas da Amazônia criam Rede de Gestores Comunitários

Jovens lideranças ribeirinhas da Amazônia criam Rede de Gestores Comunitários

A região do Médio Solimões, no Amazonas, abriga centenas de comunidades ribeirinhas, presentes também nas diversas unidades de conservação da área.

Macaco-de-cheiro-de-cabeça-preta pode ser extinto nos próximos 40 anos, mostra pesquisa

Macaco-de-cheiro-de-cabeça-preta pode ser extinto nos próximos 40 anos, mostra pesquisa

Pequeno e ágil, o amazônico macaco-de-cheiro-de-cabeça-preta (Saimiri vanzolinii) corre o risco de ser extinto nas próximas décadas. Isso porque as mu