Porto Velho (RO) domingo, 19 de maio de 2019
×
Gente de Opinião

Amazônias - Gente de Opinião

Amazônias

Há desconhecimento sobre povo da Amazônia, diz Braga



Agência Estado


O governador do Amazonas, Eduardo Braga, disse hoje que há muito desconhecimento sobre a forma como vive a população da Amazônia, tanto no restante do mundo quanto dentro do próprio Brasil. 

Após participar do seminário "A Caminho do México: Desafios e Oportunidades para um Acordo Global", promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em Cancún, dentro da reunião anual de governadores, Braga disse à Agência Estado que "a grande mídia, infelizmente, só reproduz a pauta negativa, como o assassinato da irmã Dorothy Stang ou o massacre de Eldorado dos Carajás", em detrimento de notícias mais positivas sobre o desenvolvimento sustentável da Amazônia, observou.

Em sua intervenção no seminário, Braga defendeu a importância de uma ação imediata para conter o aquecimento global e o estabelecimento de uma nova relação entre ser humano e contou a história de uma conversa que teve com uma mulher no Amazonas na qual recomendou a ela que não cortasse árvores. E recebeu como resposta: "Governador, eu não faço isso porque quero, mas porque é triste ouvir meu filho chorando de fome." 

Mais Sobre Amazônias

Como fica a Amazônia, Sr. Presidente?

Como fica a Amazônia, Sr. Presidente?

Onde e como a Amazônia entra nessa história escrita por linhas tortas?

Pesquisadores iniciam campanha de captura científica de onças-pintadas em reserva na Amazônia

Pesquisadores iniciam campanha de captura científica de onças-pintadas em reserva na Amazônia

Capturas científicas acontecem periodicamente há mais de dez anos na Reserva Mamirauá. Objetivo dos cientistas é monitorar o movimento e área de vida

Instituto Mamirauá oferece curso de manejo de pirarucu na Amazônia

Instituto Mamirauá oferece curso de manejo de pirarucu na Amazônia

Curso está na nona edição e capacita profissionais para a implementação de sistemas de manejo de pirarucu. Interessados podem se inscrever até 15 de m

Instituto Mamirauá está à procura de bolsistas para o estudo de práticas agrícolas na Amazônia

Instituto Mamirauá está à procura de bolsistas para o estudo de práticas agrícolas na Amazônia

As bolsas têm duração de até cinco anos e são indicadas à pesquisadores com disponibilidade de trabalhar na Amazônia Central, nas reservas onde o inst