Porto Velho (RO) segunda-feira, 16 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Amazônias - Gente de Opinião

Amazônias

'Estatística é igual biquíni. Mostra tudo e esconde o essencial'


'Estatística é igual biquíni. Mostra tudo e esconde o essencial' - Gente de Opinião

Questionário lido pelos recenseadores quer saber o número de banheiros na casa, ou apartamento, entretanto, não demonstra o mínimo interesse pelo seu uso /A TRIBUNA MT


 


GABRIEL NOVIS NEVES

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está há meses trabalhando no Censo 2010. Não sei se o trabalho está concluído, mas alguns resultados estão sendo divulgados.

Pela primeira vez fui entrevistado pelo recenseador do IBGE. Imaginava responder a perguntas importantes como a minha profissão, estado civil, número de filhos e outras mais, pensadas por um leigo em estatística. Qual nada! Recordo de uma pergunta que me surpreendeu. Queria saber – o questionário lido pelo recenseador – o número de banheiros existentes em meu apartamento, não demonstrando, entretanto, o mínimo interesse no seu uso. Que pena!

Se o IBGE soubesse que metade deste valioso patrimônio doméstico é utilizada por mim para guardar livros, quadros, documentos...

De estatística só sei o que me foi ensinado pelo embaixador, ex-ministro do Planejamento do Brasil, economista e livramentense (*) Roberto de Oliveira Campos: “Estatística é igual biquíni. Mostra tudo e esconde o essencial.”


 

Os mais bem remunerados do mundo

Ouço pelo rádio do meu carro uma informação repassada pelo IBGE sobre as profissões mais rendosas no Brasil - todas com carteira assinada no Ministério do Trabalho.

Disparada, em primeiríssimo lugar, a profissão de deputado, senador, governador e os numerosos afins. Nenhuma surpresa. Para essa conclusão não precisaríamos nem dos serviços científicos do IBGE! Todo o Brasil sabe que esse povo é supervalorizado no mercado internacional. Nossos deputados e senadores são os mais bem-remunerados do mundo. Mais um título mundial para o Brasil.

'Estatística é igual biquíni. Mostra tudo e esconde o essencial' - Gente de Opinião
Segundo o Ministério do Trabalho, a quarta profissão mais rendosa deste País ficou com os profissionais do sexo. Pesquisa do IBGE constata ainda outras anomalias /SPC BRASI

A zebra apareceu na quarta colocação. Considerando que o estudo foi Ministério do Trabalho, a quarta profissão mais rendosa deste país ficou com os profissionais do sexo.realizado, repito, com dados fornecidos pelo.

O Brasil possui, registrados com carteirinha assinada no Ministério do Trabalho, mais profissionais do sexo do que filósofos.

Na clandestinidade acho que está a mais rendosa das profissões. É fácil identificar os profissionais desse grupo social. Geralmente são pessoas que trabalham virtualmente, mas têm muito talento para bons negócios. Frequentam os lugares da moda, contam vantagens e estão sempre viajando para descansar. São autoritários e adoram ser bajulados. Existe até um curso de curta duração para ensinar como tratar um vencedor que construiu uma fortuna em pouco tempo, sem qualificação e trabalho.

Voltando ao rendimento do profissional do sexo: quem irá solicitar recibo a esses profissionais de profissão reconhecida? Qual a lei que o Congresso Nacional faria para estabelecer um teto constitucional para essa categoria?


 

Títulos e medalhas para profissões rendosas

Esses profissionais não têm nada a ver com o temível Leão da Receita Federal. O pagamento dos seus salários não é via holerites ou moeda brasileira. Também os seus valores não são depositados em bancos e, sim, nos laranjais do Caribe. Esses truques foram ensinados, aos colocados em quarto lugar, pelos do primeiro.

Finalmente, esses portadores de profissões rendosas precisam de um título. Nada impossível de se conseguir. Títulos e medalhas são fartamente distribuídos pelos diversos ministérios do governo, em uma data comemorativa, ou em uma motivada Casa do Povo.

E pensar que os nossos avôs só desejavam para seus filhos uma dessas quatro profissões: carreira militar, religiosa, profissional liberal e funcionário do Banco do Brasil.

Hoje são as profissões menos rendosas – pelo censo do IBGE.

■ O autor é colaborador de Amazônias e do Supersitegood. Foi o primeiro reitor da Universidade Federal de Mato Grosso.

 

■ Livramentense é quem nasce em Nossa Senhora do Livramento, na Baixada Cuiabana.

 

Mais Sobre Amazônias

Pesquisa faz levantamento de plantas utilizadas por parteiras tradicionais da Amazônia

Pesquisa faz levantamento de plantas utilizadas por parteiras tradicionais da Amazônia

Realizar partos é um conhecimento milenar transmitido de geração em geração pelos povos amazônicos. Com o objetivo de identificar os usos e espécies

Na Amazônia, sementes de plantas da várzea podem herdar ‘memória’ para sobreviver em época de cheia

Na Amazônia, sementes de plantas da várzea podem herdar ‘memória’ para sobreviver em época de cheia

É preciso olhar para cima para perceber a beleza grandiosa do mulateiro (Calycophyllum sprunceanum), árvore cujo tronco esbelto se direciona reto ao

Jovens lideranças ribeirinhas da Amazônia criam Rede de Gestores Comunitários

Jovens lideranças ribeirinhas da Amazônia criam Rede de Gestores Comunitários

A região do Médio Solimões, no Amazonas, abriga centenas de comunidades ribeirinhas, presentes também nas diversas unidades de conservação da área.

Macaco-de-cheiro-de-cabeça-preta pode ser extinto nos próximos 40 anos, mostra pesquisa

Macaco-de-cheiro-de-cabeça-preta pode ser extinto nos próximos 40 anos, mostra pesquisa

Pequeno e ágil, o amazônico macaco-de-cheiro-de-cabeça-preta (Saimiri vanzolinii) corre o risco de ser extinto nas próximas décadas. Isso porque as mu