Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Amazônias - Gente de Opinião

Amazônias

Em 2019, satélite Brasil-China vai monitorar desmatamentos


O embaixador da China no Brasil, Li Jinzhang, participa da comemoração do 30º Aniversário da Cooperação Cbers, na Embaixada da Chin - TV Brasil - Gente de Opinião
O embaixador da China no Brasil, Li Jinzhang, participa da comemoração do 30º Aniversário da Cooperação Cbers, na Embaixada da Chin - TV Brasil

O governo chinês e autoridades do setor aeroespacial brasileiro celebraram, ontem, quarta-feira (29), na Embaixada da China, em Brasília, o 30º Aniversário da cooperação entre os dois países na área de satélites. A parceria, conhecida como Programa Cbers (sigla em inglês para Programa Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres), permitiu a produção de cinco satélites sino-brasileiros de recursos terrestres. O sexto equipamento de sensoriamento remoto, o Cbers-4A, está previsto para ser lançado no ano que vem em Taiyuan, no país asiático.

Coordenado pela Agência Espacial Brasileira (AEB) e pela Administração Nacional Espacial da China, o programa permitiu o desenvolvimento de um sistema completo de sensoriamento remoto (espacial e terrestre) para fornecimento de imagens gratuitas a ambos os países e a mais de 20 nações da América do Sul, do sul da África e do Sudeste Asiático.

O presidente da AEB, José Raimundo Braga Coelho, destacou a iniciativa pioneira de cooperação em alta tecnologia entre dois países emergentes. “Todo esforço que se faz para ampliar conhecimento em áreas estratégicas como a espacial é válido. Tínhamos a necessidade de desenvolver satélites de observação da Terra. E tivemos essa oportunidade incrível de sermos convidados pelos chineses para participar de um esforço coletivo”, disse.

“Escolhemos um objeto de mútuo interesse e desenvolvemos em conjunto [o programa Cbers]”, afirmou José Raimundo.  

O embaixador chinês Li Jinzhang ressaltou que os 30 anos da parceria na área espacial é “modelo exemplar da cooperação Sul-Sul”. Segundo ele, “o desenvolvimento conjunto de inovação tecnológica traz benefícios mútuos”. Para o embaixador chinês, o Cbers reforça a parceria estratégica global entre China e Brasil.

Satélites

O sexto satélite está em fase de testes e é desenvolvido em conjunto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e a China Academy of Space Technology (Cast). O Cbers-4A garantirá a continuidade do fornecimento de imagens para monitorar o meio ambiente por meio da verificação de desmatamentos e de desastres naturais, da expansão da agricultura e das cidades, entre outras aplicações. O custo deste equipamento é de cerca de R$ 120 milhões para cada país.

Foram lançados com sucesso o Cbers-1 (1999), Cbers-2 (2003) e Cbers-2B (2007). O Cbers-3 teve uma falha ocorrida no lançamento em dezembro de 2013. O Cbers-4 foi lançado em dezembro de 2014 e continua em operação.

Cooperação

Um dos pontos mais importantes do programa Cbers é a distribuição das imagens geradas pelos satélites, cobrindo as áreas ambiental e agrícola, e beneficiando não somente os estudantes universitários, mas toda a comunidade acadêmica. A distribuição das imagens é gratuita e, hoje, mais de 20 mil instituições brasileiras já receberam o material.

A cooperação entre Brasil e China é apenas uma parte do ambicioso programa espacial que vem sendo executado pela China. Nos próximos 20 anos, a China pretende enviar um homem à lua e uma sonda a Marte. Esta sonda, segundo o plano espacial chinês, deve retornar à Terra com amostra do solo de Marte para pesquisas.

Mais Sobre Amazônias

Sebrae lança novos editais do Inova Amazônia para atuação em sete estados brasileiros

Sebrae lança novos editais do Inova Amazônia para atuação em sete estados brasileiros

O Sebrae vai selecionar projetos para desenvolver negócios inovadores que fortaleçam a bioeconomia em sete estados que fazem parte do Bioma da Amazô

Vivência em Bioconstrução traz saberes ancestrais mesclados às novas tecnologias sustentáveis

Vivência em Bioconstrução traz saberes ancestrais mesclados às novas tecnologias sustentáveis

O Projeto Terra Cura de Reflorestamento e Permacultura realizará próximo dia 18 (sábado) uma Vivência em Bioconstrução na primeira casa de hiperadob

História de crimes do ex-ministro Sales precisa ser reescrita para não ser esquecida

História de crimes do ex-ministro Sales precisa ser reescrita para não ser esquecida

A imprensa tem memória curta. Faz parte da história das redações de jornais esquecer os personagens que se envolvem em episódios polêmicos logo que

Dia da Amazônia - Qual o papel da maior floresta tropical do planeta no combate ao aquecimento global?

Dia da Amazônia - Qual o papel da maior floresta tropical do planeta no combate ao aquecimento global?

A Amazônia é um bioma que inclui a maior floresta tropical do mundo, com a maior riqueza em biodiversidade do planeta, além de ser uma importante fo