Porto Velho (RO) quinta-feira, 24 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Amazônias - Gente de Opinião

Amazônias

A Amazônia pode desaparecer como floresta e isso vai impactar o mundo todo

Amazônia: Cerca de 20% da floresta já foi devastada, porém perda de 25% a 40% da área original pode ser irreversível


A Amazônia pode desaparecer como floresta e isso vai impactar o mundo todo - Gente de Opinião

O programa Ambiente É o Meio desta quarta-feira conversa com o engenheiro, pesquisador e coordenador do Programa Amazônia, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Cláudio Aparecido de Almeida, sobre a monitoração do desmatamento na Amazônia.

O Programa Amazônia fornece dados e imagens de sensoriamento remoto para observar e monitorar o desmatamento e, também, os tipos de agricultura. Almeida conta que, até 2018, cerca de 20% da floresta original já havia sido desflorestada. Para ele, os dados são preocupantes, pois “modelos climáticos recentes apontam que, se o desmatamento eliminar entre 25% e 40% do tamanho original da floresta, não haverá mais retorno”.

O pesquisador conta que, somente no ano passado, houve desmate de cerca de 7,5 mil km². Entre os vetores estão ambientes de pastagem, cerca de 60% da área desflorestada e agricultura, como soja ou algodão, 6%. “É importante nos atentarmos para essa questão, pois estamos chegando próximos a um ponto em que não haverá mais retorno. A Amazônia pode desaparecer como floresta e isso vai impactar o mundo todo.”

Ambiente É o Meio é uma produção da Rádio USP Ribeirão Preto em parceria com professores da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP e Programa USP Recicla da Superintendência de Gestão Ambiental (SGA) da USP.

Sintonize Ambiente É o Meio em 107,9 MHz na Rádio USP Ribeirão ou em 93,7 MHz na Rádio USP São Paulo, todas as quartas-feiras, a partir das 13 horas. Reprise aos domingos, às 17h30, nas duas emissoras.

 

Tocador de áudio

 

Mais Sobre Amazônias

Primeira lei fundiária de Rondônia foi aprovada em 2020; estado tem quase 30% de terras não destinadas

Primeira lei fundiária de Rondônia foi aprovada em 2020; estado tem quase 30% de terras não destinadas

O estado de Rondônia aprovou a primeira lei que trata de regularização fundiária apenas em 2020, mas ainda falta regulamentação do dispositivo legal

Sedam realiza capacitação de monitoramento da fauna na Reserva Extrativista Pacaás Novos, em Guajará-Mirim

Sedam realiza capacitação de monitoramento da fauna na Reserva Extrativista Pacaás Novos, em Guajará-Mirim

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), por meio da Coordenadoria de Unidade de Conservação (CUC), realizou no mês de maio o curs

Leis federais e estaduais estimulam invasão de terras públicas e desmatamento na Amazônia, aponta novo estudo

Leis federais e estaduais estimulam invasão de terras públicas e desmatamento na Amazônia, aponta novo estudo

O aumento expressivo de desmatamento observado em 2019 e 2020 trouxe evidência ao tema de regularização fundiária na Amazônia. Isso porque cerca de 40