Porto Velho (RO) quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021
×
Gente de Opinião

Agronegócio - Nacional

Dia de Campo mostrará tecnologias na área de genética leiteira



O produtor de leite está apostando no melhoramento genético para atender à demanda futura por leite. Com o aumento de 10% nas vendas de doses de sêmen no ano passado, conforme dados da Associação Brasileira de Inseminação Artificial - ASBIA, a inseminação é capaz de aumentar a rentabilidade dos negócios, além de ser uma tecnologia de mais fácil acesso e menor custo. Os especialistas alertam que o sucesso da técnica está diretamente ligado à qualidade do sêmen utilizado e à escolha de linhagens genéticas e raças adequadas para cada sistema produtivo. No dia 28 de abril, esses assuntos serão abordados durante o Dia de Campo de Leite, marcado para ocorrer na central Tairana, em Presidente Prudente/SP.

A expectativa é de que aproximadamente 100 pecuaristas participem do evento, com início a partir das 8h30. Uma das palestras do dia será sobre os principais critérios para a escolha de touros de raças leiteiras levando em conta as necessidades da fazenda. “A principal recomendação é fazer essa seleção com base nas novas tecnologias, como, por exemplo, a genômica, que permite identificar, de forma mais rápida e segura, animais com características ideais para a pecuária leiteira. Quem trabalha com a raça Holandesa deve optar por touros com bom desempenho nas características ligadas à saúde, pois terá, assim, um rebanho de maior vida produtiva e de melhores taxas de reprodução. Na raça Girolando, vale a pena investir na genética de touros que descendem de reprodutores da raça Holandesa [UdW1] com melhores avaliações genômicas. Quem trabalha com as raças zebuínas deve buscar novas linhagens para introduzir em seu rebanho”, explica o gerente de Produto Leite Nacional da Semex Brasil, Christian Milani Resende.

O Dia de Campo de Leite ainda terá uma palestra sobre o processamento de sêmen dentro dos mais altos padrões de qualidade. “Existem vários fatores que influenciam o processamento das doses, que vão desde a parte nutricional dos animais, manejo e sanidade até a mão de obra. Vamos mostrar o trabalho criterioso feito na Tairana em busca do Padrão Ouro de Qualidade”, esclarece Pedro Araújo, gerente Técnico Comercial da empresa. Ele ministrará a palestra em conjunto com a gerente Geral da Tairana, Tatiana Berton.

A central de coleta vem de um crescimento de 49% em 2017, com 700 mil doses de sêmen congeladas, e terá suas instalações ampliadas em mais 40 piquetes neste ano para atender a grande demanda pelo serviço de coleta de sêmen. Segundo Pedro, a capacidade de coleta da Tairana, que hoje é de 140 touros, passará para 180. A expectativa é de fechar 2018 com 900 mil doses coletadas. “A procura pelo serviço de coleta de sêmen tem crescido bastante. Dessa forma, o pecuarista consegue ter material genético de seus touros a um custo mais baixo, mas coletado dentro de um grande padrão de qualidade”, esclarece o gerente técnico da Tairana. Atualmente, 45% dos touros alojados na central são de prestação de serviço. Os outros 55% são de touros contratados da central de inseminação Semex Brasil, que, assim como a Tairana, integra o Grupo Semex.

Além das mais modernas tecnologias de seleção e coleta de sêmen, o Dia de Campo terá um Desfile de Touros das raças Gir Leiteiro, Girolando e Holandês. O evento ocorrerá na sede da Tairana, localizada na Rodovia Raposo Tavares, KM 563, em Presidente Prudente.

Sobre a Tairana

Fundada em 1973, na cidade de Presidente Prudente/SP, a central Tairana atua na geração do melhor material genético bovino brasileiro. Desde 2012, integra o Grupo Semex – juntamente com a Semex Brasil, Cenatte Embriões e SRC Supply. O sêmen coletado na Tairana passa por um rigoroso controle de qualidade que analisa aspectos essenciais para garantir a condição do material genético. O processo, conhecido como Padrão Ouro de Qualidade, segue padrões internacionais da Boviteq – empresa parceira no desenvolvimento de pesquisas e desenvolvimento de biotecnologias. Atualmente, a Tairana exporta para vários países da América Latina e Ásia.

Informações para a Imprensa | Grupo Publique

Mais Sobre Agronegócio - Nacional

Estância Bahia Leilões aquece os martelos para o Mega Leilão 10.019 em Água Boa e Cuiabá

Estância Bahia Leilões aquece os martelos para o Mega Leilão 10.019 em Água Boa e Cuiabá

Os preparativos para o Mega Leilão 10.019 da Estância Bahia Leilões em Água Boa (20 de abril) e em Cuiabá (18 de maio) estão a todo vapor na leiloeira

Ipea projeta crescimento de 0,4% do PIB agropecuário em 2019

Ipea projeta crescimento de 0,4% do PIB agropecuário em 2019

Melhora do desempenho da lavoura é um dos destaques O setor agropecuário brasileiro deve avançar 0,4% em 2019. Projeções realizadas pelo Grupo de Conj

Central de reprodução equina comprova benefícios da implantação por sementes e resistência da forrageira do gênero Cynodon

Central de reprodução equina comprova benefícios da implantação por sementes e resistência da forrageira do gênero Cynodon

Praticidade e segurança são importantes benefícios desta cultivar A Central Araçá Reprodução Animal, na cidade de Araçatuba/SP, tem como negócio princ

Embrapa disponibiliza Sistema de Produção do Açaizeiro para Amazônia Ocidental

Embrapa disponibiliza Sistema de Produção do Açaizeiro para Amazônia Ocidental

A demanda pela polpa do açaí e seus derivados é crescente, principalmente após a “açaimania”