Porto Velho (RO) sábado, 27 de fevereiro de 2021
×
Gente de Opinião

Agricultura

Secretário de Agricultura de Rolim de Moura vai compor comissão para combater doença Cancro cítrico

Doença pode comprometer pomares de laranjas em Rondônia


Secretário de Agricultura de Rolim de Moura vai compor comissão para combater doença Cancro cítrico - Gente de Opinião

O registro de um caso de Cancro Cítrico no município de São Francisco do Guaporé (RO) preocupou as autoridades do setor na região do Vale do Guaporé e Zona da Mata que se organizaram e promoveram uma reunião para discutir o tema na câmara de vereadores de Cacoal na última sexta-feira (20/09). Por determinação do prefeito Luiz Ademir Schock, “Luizão do Trento” o município de Rolim de Moura foi representado pelo secretário municipal de agricultura (Semagri) Dionísio Pereira Braga, “Goiaba”.

O titular da Semagri explicou que a reunião foi promovida pela Agência Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron)  e da reunião se formou uma comissão que irá a Porto Velho para se reunir com deputados estaduais em busca da liberação de recursos para que seja realizada uma ação conjunta entre os órgãos para combater a doença que pode comprometer os pomares de frutas cítricas no estado.  Dionísio Pereira Braga faz parte da comissão. 

O cancro cítrico, é causado pela bactéria Xanthomonas citri subsp. citri, afeta todas as espécies e variedades de citros de importância comercial.

O secretário de Agricultura de Rolim de Moura explicou que a preocupação maior é o prejuízo comercial que a doença pode ocasionar especialmente para os produtores de Laranja. “Por isso praticamente todos os secretários de agricultura dos municípios dessas regiões se reuniram e todos saíram preocupados, pois para eliminar o cancro cítrico é necessário erradicar a planta (Arrancar e queimar) e fazer o mesmo procedimento com a rebrota. A área (talhão) onde o foco da doença foi encontrado fica temporariamente interditada, então queremos agir antes que se dissemine em Rondônia” explicou Goiaba. Ela ainda afirmou que há uma barreira em Vilhena para acompanhar a entrada de produtos cítricos no estado.

De acordo com informações do site Defesa Agropecuária A doença manifesta-se por lesões em folhas, frutos e ramos, e quando em altas severidades pode provocar a queda de frutos e folhas com sintomas.

SINTOMAS:

As lesões provocadas pelo cancro cítrico são salientes, o que não ocorre na maioria das outras doenças e pragas. Os primeiros sintomas aparecem nas folhas, e é nestas que se encontram em maior quantidade, em comparação com a presença de sintomas em frutos e ramos.: O primeiro sintoma visível é o aparecimento de pequenas lesões salientes, que surgem nos dois lados das folhas, sem deformá-las. As lesões aparecem na cor amarela e logo se tornam marrons. É a única doença conhecida com lesões salientes que aparecem dos dois lados da folha. Quando a doença está em estágio mais avançado, as lesões nas folhas ficam corticosas, com centro marrom e um anel amarelado em volta. Nos frutos, a doença se manifesta pelo surgimento de pequenas manchas amarelas, com um ponto marrom no centro, que aos poucos vão crescendo e podem ocupar grande parte da casca do fruto. As manchas são salientes, mais superficiais, parecidas com verrugas, de cor marrom no centro. Em estágio avançado, as lesões provocam o rompimento da casca.

 

Mais Sobre Agricultura

Embrapa lança documentário sobre a produção de café Robusta fino em terroir Amazônico

Embrapa lança documentário sobre a produção de café Robusta fino em terroir Amazônico

O documentário “Robustas Amazônicos - Aroma, sabor e histórias que vêm das Matas de Rondônia”, retrata a realidade de uma cafeicultura única, emblemát

Sebrae e CocoaAction debatem a produção de Cacau em Rondônia

Sebrae e CocoaAction debatem a produção de Cacau em Rondônia

Na última semana (22) o Serviço de Apoio às Mico e Pequenas Empresas (Sebrae em Rondônia), cumpriu uma agenda on line com a iniciativa CocoaAction,

Pesquisa traça panorama da qualidade do leite em Rondônia e Acre

Pesquisa traça panorama da qualidade do leite em Rondônia e Acre

Informações geradas pela pesquisa têm subsidiado a tomada de decisão por indústrias e agroindústrias e também a definição de políticas públicas para o

Alunos do Centro Abaitará aprendem técnicas de produção de silagem para alimentar gado leiteiro

Alunos do Centro Abaitará aprendem técnicas de produção de silagem para alimentar gado leiteiro

O Governo de Rondônia, por intermédio do Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional de Rondônia (Idep) tem investido em cursos pro