Porto Velho (RO) terça-feira, 11 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Piscicultura

Semagric elabora projeto para industrializar couro de pirarucu

Consolidação da cadeia produtiva do pescado em Porto Velho é meta do prefeito Hildon Chaves


Semagric elabora projeto para industrializar couro de pirarucu - Gente de Opinião

A organização da cadeia produtiva rural em Porto Velho, carente de ajustes em todas as suas variantes, é uma das prioridades da administração e um desafio a ser vencido pela Prefeitura de Porto Velho. Uma dessas variantes é a piscicultura, que já vem recebendo investimentos da prefeitura há tempos e agora começa a mostrar resultados.

Dentro do projeto de piscicultura sustentável está o investimento de R$ 1 milhão na construção de um frigorífico de pescado, em Porto Velho, além do contínuo apoio aos piscicultores para viabilizar essa atividade dentro da agricultura familiar.

Agora, para fechar o sistema organizacional da cadeia produtiva, a Secretaria Municipal da Agricultura (Semagric) iniciou entendimento com o Instituto Senai de Tecnologia do Couro e do Calçado, com sede em Campina Grande, na Paraíba, visando instalar em Porto Velho uma “indústria/escola”. O diferencial, em Rondônia, é o uso da pele de pirarucu.

O projeto foi encampado pelo presidente da Fiero, Marcelo Thomé, que também preside a Empresa de Desenvolvimento de Porto Velho. O objetivo é o desenvolvimento de tecnologia de transformação do couro do pirarucu, para produção de cintos, bolsas, peças de roupas, calçados e acessórios diversos, de forma a aumentar e diversificar a renda do produtor.

“Hoje todo o couro de pirarucu de Rondônia é adquirido pela empresa Nova Kaeru, com sede no Rio de Janeiro”, disse o titular da Semagric, Luiz Cláudio da Agricultura, que esteve reunido com Leal Marques, gerente de negócios da empresa e que veio manifestar interesse numa parceria que valorize o produtor de peixe de Rondônia.

“As conversações começaram hoje e temos muito ainda o que planejar e discutir. Temos apoio total da Fiero, fortaleceremos parceria com o Senai e outros instituições e, acima de tudo, temos apoio do prefeito Hildon Chaves. Estamos no caminho certo, já que a podemos transformar, aqui mesmo, o couro em pele e a pele do pirarucu em produtos de notório valor no mercado nacional e internacional”, disse Luiz Cláudio da Agricultura.

Mais Sobre Piscicultura

Agrofish Nova Aurora é patrocinadora da Agrolab Amazônia

Agrofish Nova Aurora é patrocinadora da Agrolab Amazônia

Um dos maiores produtores rurais no segmento da piscicultura de Rondônia, o empreendedor Edson Sápiras, acaba de confirmar oficialmente a participaç

Tambaqui é o terceiro peixe mais exportado pelo Brasil

Tambaqui é o terceiro peixe mais exportado pelo Brasil

Na exportação do pescado brasileiro, o Tambaqui saltou da sexta para a terceira posição da espécie mais comercializada com outros países no primeiro s

Paulo Skaf declara apoio ao II Festival Tambaqui da Amazônia em São Paulo

Paulo Skaf declara apoio ao II Festival Tambaqui da Amazônia em São Paulo

Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), conselheiro do Sebrae em São Paulo, entidade que já exerceu a função de presi

Criação de peixes tem apoio do projeto Piscicultura no Estado de Rondônia

Criação de peixes tem apoio do projeto Piscicultura no Estado de Rondônia

Rondônia é o maior produtor brasileiro de tambaqui e pirarucu em tanque escavado, sendo o Vale do Jamari e a Região Central de Rondônia são os p