Porto Velho (RO) segunda-feira, 11 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Eleições 2018

Professores desmotivados não fazem o País avançar, diz Haddad


BLOG NOCAUTE E AGÊNCIAS

O candidato a presidente da República, Fernando Haddad, lamentou não poder debater ideias com seu adversário, mas reiterou que entende as razões que levam o ex-militar a fugir dos debates. “Ele não tem projetos, ideias e não tem decoro para participar dos processos democráticos”, afirmou.

Haddad esteve na sede da Apeoesp – Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo – para discutir com diversas lideranças suas propostas para o desenvolvimento da educação no País.

“Bolsonaro tem uma visão autoritária de mundo, uma visão truculenta e violenta. Ele entende que a ditadura falhou só por ter torturado e não matado seus opositores”, acusou.

O presidenciável também comentou as mais recentes pesquisas e disse que será mais difícil conviver com o governo de Jair Bolsonaro do que conseguir os votos que garantem sua vitória na eleição.

CANDIDATO DOS POBRES


Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (15) aponta que a maioria dos eleitores brasileiros identifica o candidato do campo democrático à Presidência da República, Fernando Haddad (PT), como o que mais defende os direitos dos pobres, mulheres e trabalhadores, enquanto avalia que o candidato de extrema direita, Jair Bolsonaro (PSL), é o mais associado aos interesses do agronegócio, dos ricos, dos banqueiros e do empresariado.

No levantamento, o Ibope perguntou aos eleitores "quem representa melhor os interesses" de uma série de setores. Quando o questionamento era em relação aos ricos, 65% responderam que Bolsonaro era o que melhor representava estes interesses, contra 22% de Haddad.

Entre os que ganham acima de cinco salários, Bolsonaro é apontado como representante da elite por 70% dos entrevistados.

Já Haddad é visto como defensor dos que possuem poder aquisitivo menor, registrando 48% contra 37% de Bolsonaro. Este índice cresce para 62% entre os que ganham até um salário mínimo. Em relação aos interesses da agricultura, Bolsonaro foi identificado como ligado a este setor por 42% contra 40% de Haddad.

O contrassenso se dá quando observa-se que 40% disseram que Bolsonaro representa a defesa dos interesses ambientais contra 39% de Haddad. Haddad foi identificado por 44% do eleitorado como estando ligado aos interesses dos aposentados, contra 39% do rival. Sobre os interesses dos jovens, 46% apontaram o candidato do PSL contra 39% de Haddad.

Ainda conforme a pesquisa, Bolsonaro é apontado por 65% como um defensor dos interesses do empresariado e por 54% como estando ligado aos interesses dos bancos. Haddad é visto por 48% do eleitorado como estando mais próximo dos interesses das mulheres que Bolsonaro (37%).

Mais Sobre Eleições 2018

Sindafisco elege nova diretoria nesta quinta-feira, 8/11

Sindafisco elege nova diretoria nesta quinta-feira, 8/11

Nesta quinta-feira, 8 de novembro, acontecerá a votação para eleger a nova diretoria do Sindicato dos Auditores Fiscais de Tributos Estaduais de Ron

Bolsonaro detona Folha no Jornal Nacional

Bolsonaro detona Folha no Jornal Nacional

Presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) atacou a Folha de S. Paulo nesta segunda-feira, 29, em entrevista ao Jornal Nacional; em discurso acalorado, Bo