Porto Velho (RO) sexta-feira, 15 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Eleições 2018

Na euforia da Bolsa com Bolsonaro, ação que mais subiu foi a de fabricante de armas de fogo


Na euforia da Bolsa com Bolsonaro, ação que mais subiu foi a de fabricante de armas de fogo - Gente de Opinião

247 - Em meio à euforia da Bovespa com a subida de Bolsonaro nas pesquisas no início da semana, um papel disparou, com a maior alta do pregão desta terça (2) - 19%. Não podia ser mais simbólico do projeto de país defendido por Bolsonaro com apoio de boa parte das elites: a ação recordista foi a de fabricante de armas Forjas Taurus. A empresa fabrica revólveres, pistolas, metralhadoras e armas longas, e tem uma ação recorrente de lobby no Congresso Nacional para liquidar com o Estatuto do Desarmamento, que é uma das principais bandeiras de Bolsonaro.

A Taurus tem sido a mais favorecida pela força eleitoral de Bolsonaro e não foi apenas no pregão de ontem. Em um mês, entre meados de agosto e meados de setembro, as ações preferenciais da empresa já haviam mais que dobrado de valor.

"É o efeito Bolsonaro. À medida que ele vai consolidando esse primeiro lugar com um discurso baseado no armamento da população, acaba valorizando tal papel" disse Álvaro Frasson, analista da Spinelli Corretora ao repórter Vinícius Pereira em reportagem veiculada no UOL (aqui).

Falar em Bolsonaro é falar em armas e violência. Isso não é discurso da "esquerda". É a leitura do "mercado", a grande referência para a construção da opinião das elites brasileiras.

Na euforia da Bolsa com Bolsonaro, ação que mais subiu foi a de fabricante de armas de fogo - Gente de Opinião

Mais Sobre Eleições 2018

Sindafisco elege nova diretoria nesta quinta-feira, 8/11

Sindafisco elege nova diretoria nesta quinta-feira, 8/11

Nesta quinta-feira, 8 de novembro, acontecerá a votação para eleger a nova diretoria do Sindicato dos Auditores Fiscais de Tributos Estaduais de Ron

Bolsonaro detona Folha no Jornal Nacional

Bolsonaro detona Folha no Jornal Nacional

Presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) atacou a Folha de S. Paulo nesta segunda-feira, 29, em entrevista ao Jornal Nacional; em discurso acalorado, Bo