Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Eleições 2018

Forças Armadas estarão em várias cidades durante eleição


Forças Armadas estarão em várias cidades durante eleição  - Gente de Opinião

 247 - O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aprovou a requisição do envio das Forças Armadas para 238 municípios de quatro estados durante as eleições deste ano, para garantir a normalidade da votação. Estarão sob observação das forças 11 cidades do Acre, 41 do Rio de Janeiro, 72 do Maranhão e 114 do Piauí.
PUBLICIDADE

"Os pedidos de requisição foram formulados por juízes das Zonas Eleitorais de cada estado. Depois disso, os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) encaminharam ao TSE a relação das localidades em que consideram que será necessária atuação das tropas federais.

As solicitações serão enviadas agora para o Ministério da Defesa, que será responsável por planejar e executar as ações. O Código Eleitoral determina que cabe ao TSE "requisitar a força federal necessária ao cumprimento da lei, de suas próprias decisões ou das decisões dos Tribunais Regionais que o solicitarem, e para garantir a votação e a apuração".

Leia mais aqui.

Mais Sobre Eleições 2018

Beni Andrade cobra respostas dos candidatos, para o mundo real (VÍDEO)

Beni Andrade cobra respostas dos candidatos, para o mundo real (VÍDEO)

Dinossauros da SICTV debatem a política brasileira

Ex-ministro da Justiça Brasil não pode violar tratados e Lula é candidato - Por  Eugênio Aragão

Ex-ministro da Justiça Brasil não pode violar tratados e Lula é candidato - Por Eugênio Aragão

As instituições do estado brasileiro sempre tiveram uma relação de amor e ódio com o direito internacional. Por um lado, a aristo-burocracia que as po

Expedito Junior diz que não se permitirá ser governo da mesmice

Expedito Junior diz que não se permitirá ser governo da mesmice

Em evento repleto de servidores, produtores, empresários, lideranças políticas e comunitárias, Expedito lançou sua campanha em Ariquemes

Dodge se cala sobre ordem da ONU para que Lula dispute a eleição

Dodge se cala sobre ordem da ONU para que Lula dispute a eleição

Em seus anos de atuação no Ministério Público Federal, a atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu a primazia de tratados internaci