Porto Velho (RO) sexta-feira, 21 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Eleições 2014

Confúcio alerta eleitor para não cair no conto dos 'vendedores de facilidades'


O candidato à reeleição ao governo pela coligação “Rondônia no Caminho Certo”, médico Confúcio Moura, teve destacada participação no primeiro debate entre os candidatos a governador realizado pela afiliada do Sistema Brasileiro de Televisão e TV Jornet, no teatro municipal de Rolim de Moura, na noite de quinta-feira (28). As rádios Rondônia FM e Clube Cidade AM transmitiram ao vivo o debate.

Aproveitou pra fazer um alerta aos eleitores para que tomem muito cuidado com os “vendedores de facilidades”, se referindo principalmente A Expedito Junior, Jaqueline Cassol e Pimenta de Rondônia, que diante dos microfones e das câmeras prometem solução para todos os problemas que o Estado enfrenta há anos.

O candidato Confúcio disse que os concorrentes de comportam como verdadeiros “vendedores de baú de felicidades” ao prometerem recolocar Rondônia no caminho do crescimento e desenvolvimento. Mas desconhecem que o Estado já cresce à taxa de 7% ao ano com as obras estruturantes que foram realizadas no primeiro mandato.

Segundo Confúcio Moura, o Estado recebeu em menos de 4 anos de mandato maior atenção aos setores produtivos com o aumento das áreas produtivas de arroz, feijão, milho, gado de leite e corte, inclusive exportando carne bovina para vários países do mundo.

Rondônia já começa a competir também como outros grandes produtores de soja do Norte, além de investir na revitalização das áreas de cultivo de café. Confúcio Moura estima que Rondônia colha até o final de 2014, uma safra recorde de 1,8 milhão de sacas de café, cenário diferente do início de 2011, quando o produtor estava desanimado e a produção anual estava estagnada em 300 mil sacas.

Não se pode, de acordo com Confúcio Moura, por desconhecimento da realidade econômica e “saúde financeira” do Estado ficar apenas no plano das promessas e venda de facilidades, como se os concorrentes tivessem uma varinha mágica para solucionar todos os impasses.

O peemedebista reafirmou que, se tivesse que pedir novamente o empréstimo que conseguiu junto ao BNDES, pela credibilidade que Rondônia possui junto a instituições de crédito de desenvolvimento social, não hesitaria em fazer. O dinheiro é bem aplicado nas obras estruturantes para preparar o Estado para o ciclo da industrialização, do desenvolvimento com geração de postos de trabalho e do bem estar social da população, que está ocorrendo na sua administração.

Saúde

Um exemplo foi o avanço alcançado na área da saúde, que melhorou a qualidade em 52%. Em janeiro de 2011, uma pesquisa encomendada pelo PMDB mostrou que 80% dos rondonienses criticavam o modelo em funcionamento. No mês de maio de 2014, uma nova sondagem constatou que o percentual de insatisfeitos caiu para 28%.

Demonstração de que os investimentos de R$ 730 milhões transformaram a descentralização dos serviços de saúde numa realidade e quem ganha mais com isso é a população, que não necessita mais ir de ambulância para Porto Velho tratar de casos de doenças mais graves.

O Hospital Regional de Cacoal inaugurado por seu antecessor às pressas sofreu inclusive uma ação civil pública e foi denunciado ao Ministério Público porque contava com 500 funcionários e não atendia à população por falta de equipamentos.

No primeiro mandato foi ampliado e equipado o Hospital Regional de São Francisco e outros nos municípios do interior, para desafogar as unidades de atendimento da capital, onde também foi construída uma nova policlínica Oswaldo Cruz, responsável pelo atendimento de usuários encaminhados pelos postos de saúde da capital e interior com consulta e hora marcada em todas as especialidades médicas.

Há pavimentação e recuperação de estradas nos 52 municípios, onde o governo asfaltou 700 km de ruas; construção da nova usina de calcário que vende a tonelada do insumo ao produtor por R$ 40,00 evitando que ele seja obrigado a importar de Cáceres (MT) por R$ 140,00.

Foi desenvolvido um amplo programa de moradias populares, como há 20 anos não acontecia no Estado e a meta do programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal, com a contrapartida do programa estadual Morada Nova é construir 20 mil casas populares em Rondônia.

Somente em Rolim de Moura foram entregues 770 unidades e outras 300 estão em construção. Na capital a meta é entregar 12 mil unidades, e já foram entregues as chaves de moradias em Vilhena, Pimenta Bueno, Cacoal, Ji-Paraná, Jaru e Ariquemes.

Rondônia registra ainda avanços na área da educação com a construção de novo padrão de escolas públicas, início do ensino integral e um programa de combate à evasão escolar que se mantém em 25%, mas chega a 80% em outras regiões, com a contratação do “professor oficineiro” para ministrar aulas inclusive de música e tornar as escolas públicas mais atrativas. Exemplo é o colégio do distrito de Nazaré, no Baixo Madeira, antes da enchente e agora a Escola dos Sonhos em Jacy Paraná.

“Por isso eu sou candidato, pois quero melhorar ainda mais a saúde e a vida de quem mora no nosso Estado”, disse Confúcio Moura, nas considerações finais do debate.

Mais Sobre Eleições 2014

65 milhões de panettones foram produzidas para Natal 2014

A produção dos panettones da Visconti está a todo vapor desde setembro de 2014 e junto com as outras marcas da Pandurata, espera encerrar o ano com 65

TSE registra 290 milhões de acessos no período eleitoral

  Da Agência Brasil O número é 974% maior que o registrado no período não eleitoral, quando a média fica em torno de 27 milhões de acessos. De acordo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

247 - Um dia depois da disputa pelo segundo turno, em sua primeira entrevista após a vitória, a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

  O anúncio feito na manhã desta segunda-feira (27) durante coletiva de imprensa pelo governador reeleito Confúcio Moura (PMDB) que foi aplaudido por