Porto Velho (RO) quarta-feira, 19 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Eleições 2014

‘Caberia ao governador invocar a responsabilidade pela transposição’, diz Expedito


Embora o Governo Federal do Governo Federal coloque obstáculos para
cumprir a lei e atrasar o máximo o processo da transposição dos servidores
públicos estaduais para os quadros da União, Expedito Junior, candidato a
governador pela coligação ‘ Frente Muda Rondônia’, acusa a falta de
empenho e a boa vontade do Governo de Rondônia e da bancada federal pelo
atraso. Para Junior, é importante que o governador chame para si a
responsabilidade e una a bancada para que exijam de forma altiva e firme a
conclusão desse processo.

“Enquanto estivemos no Senado Federal a transposição andou, foi votada e
aprovada. O projeto estava engavetado no congresso e ninguém acreditava
sequer que entrasse em pauta. Provamos que é possível aprovar projetos
mesmo contra a vontade presidencial, basta acreditar e colocar os
interesses do povo rondoniense acima das vontades do governo. Foi assim em
relação a CPMF e na dívida do Beron: a Presidência da República
pressionou, mas não cedemos e seguimos firmes em nossas posições”,
explicou Expedito Junior.

Em recente visita a capital rondoniense a presidente Dilma Rousseff se
esquivou de responder as perguntas sobre o processo da transposição ao
remeter o problema para a esfera judicial. Na oportunidade da visita, o
governador de Rondônia e vários membros da bancada federal acompanhavam a
presidente numa gravação de programa eleitoral nos canteiros das obras de
Jirau e Santo Antônio e ficaram calados diante a declaração.

“É uma vergonha o silêncio do governador e dos nossos parlamentares. Eles
deveriam pedir desculpas ao servidor público que sofre com a demora e os
obstáculos criados pelo Governo Federal para impedir que a lei seja
cumprida. O governador deveria ter cobrado de forma firme o que Rondônia
tem de direito. Eles tiveram receio de levar um pito da Dilma. A
presidente tripudia e governador se acovarda. Uma vergonha”, criticou
Junior.

Em relação ao servidor público em geral, o candidato da coligação ‘Muda
Rondônia’ explicou que fará um diálogo aberto e franco com os segmentos
para que possam construir uma política salarial real, duradoura e dentro
dos parâmetros que o tesouro e na Lei de Responsabilidade Fiscal permitam.
Outra proposta é redimensionar os cursos relâmpagos realizados hoje nas
dependências de hotéis para cursos de qualificação decentes. “Vou dialogar
com os segmentos dos servidores para estabelecer uma política salarial
adequada e cursos de qualificação dignos. A maioria dos cargos de direção
vai ser ocupada por nossos técnicos que conhecem a máquina estadual’,
disse ele.

Mais Sobre Eleições 2014

65 milhões de panettones foram produzidas para Natal 2014

A produção dos panettones da Visconti está a todo vapor desde setembro de 2014 e junto com as outras marcas da Pandurata, espera encerrar o ano com 65

TSE registra 290 milhões de acessos no período eleitoral

  Da Agência Brasil O número é 974% maior que o registrado no período não eleitoral, quando a média fica em torno de 27 milhões de acessos. De acordo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

No Jornal da Record: Dilma diz que 'mercado vai acalmar' e propõe diálogo

247 - Um dia depois da disputa pelo segundo turno, em sua primeira entrevista após a vitória, a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

Confúcio mira na saúde anuncia Hospital do Câncer da Amazônia

  O anúncio feito na manhã desta segunda-feira (27) durante coletiva de imprensa pelo governador reeleito Confúcio Moura (PMDB) que foi aplaudido por