Porto Velho (RO) terça-feira, 17 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Numa confeitaria



Numa confeitaria a senhora com 70 anos pede ao balconista uma torta "Nêga Maluca". O balconista pergunta se a cliente entende de leis como a Affonso Arinos; a Eusébio de Queiroz; se leu o Artigo 5º da Constituição e se sabe o que é Maria da Penha. A senhora diz que não e ele esclarece que usar o nome "nêga maluca" pode dar cadeia. A senhora, enquadrada em tantos crimes, perde a esportiva: - Então, meu filho, como peço a "p.... louca" desta torta? E a resposta simples e correta: “Torta afro-descendente com distúrbio neuro-psiquiátrico”. É mole ou quer passar a mão? E a bela me diz que minha batata está assando! Mas, como? Se vivo, ultimamente, de manga e de banana? Já chupei tanta manga este ano que já não faço em público pra não afirmarem que viram o cão chupando manga! Manga não viu? Senão eu rimo. E como disse o primo quando não saiu nenhuma lasquinha no final do mês: -Toma pra ocês! E deu uma toalhinha de papel pra enxugar as lágrimas! Ta pior que seu Chico, falando de Jesus ou João ou será Genésio. Outra?

Fonte: Candiru do Madeira / Jornal Alto Madeira


 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: