Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Candiru Madeira

Fiquei preocupado com a revelação de Confúsio



Fiquei preocupado com a revelação de que seu Confúsio vai fotografar e filmar todo mundo que for no gabinete dele. Já pensou, ir pedir meu empreguim, e aparecer na internet! Um pedidim assim tão particular em público não dá! Assim não seu Confúsio! Tenho impressão que o senhor vai arranjar confusão! Mas, quem sou eu pra lhe dar orientação! Gostei mesmo foi do convite do seu Raupp pra festa de fim de ano! È uma beleza a festa do seu Raupp com comida e bebida à vontade é um dos poucos rega-bofes em que me divirto de verdade! E ainda sorteiam uns premiozinhos. È verdade que, com o azar que tenho, não ganho nada, porém, quem precisa ganhar alguma coisa! Aliás, vou só fazer um pedidinho (e sei que seu Raupp não filma ninguém) que é o do meu empreguim. Aceito até ser assessor do PMDB, agora, que ele é presidente, mas, se me indicar, por exemplo, pra ajudar o seu Castelo Branco caio em pranto que nunca mais água na Caerd vai faltar! Uma pra enxugar.

Fonte: Candiru do Madeira / Jornal Alto Madeira

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Candiru Madeira

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

A última coluna 'Candiru do Madeira' escrita por Sued Pinheiro

Há dois tipos de pessoas que só fazem perguntas inconvenientes. São as crianças e os médicos. Um exemplo. O Zézinho pergunta pra mãe:- Mamãe! Por que

E o Rondinelli

E o Rondinelli Gonzalez, hein! Que cara legal! Só não se emenda. Colocou no Face que “Pra mim toda mulher é uma rainha... e o castelo dela é a cozinha

E dizem que a morte

E dizem que a morte, lá em Cuba, bateu na porta e Fidel Castro abriu. Quando viu a Horripilante com sua foice não teve dúvidas. Apontou o dedo na dire

Que alguém disse

Que alguém disse alguém disse ( e nem preciso dizer quem) que é preciso que tudo mude para nada mudar! E Rondônia e Porto Velho são o grande exemplo: