Porto Velho,
Rss Canal YouTube Facebook Twitter


Onde está o seu coração? Por João Antônio Pagliosa

09/10/2017 - [06:25] - Opinião

 

O que o interessa de fato? Você já se perguntou o que realmente o
move, a não desistir de suas lutas e sonhos?

Numa determinada passagem bíblica, Jesus Cristo assim se expressou, a
seus seguidores: "Onde está o seu coração, aí está o seu tesouro."
Esta frase é magistral! Pensar nela remete-me a uma extrema
demonstração de amor e cuidado do apóstolo Paulo em 2 Corintios,
capítulo 12 versículos 14 a 18.

Onde está o seu tesouro, meu prezado leitor? Observe na leitura
indicada que Paulo voltava pela terceira vez a cidade de Corinto, e
ele informa com clareza que não será nenhum peso para aquele povo, e
avisa que não está atrás de bens materiais. Ele está atrás de
encaminhar pessoas a Jesus Cristo, e enfatiza que os filhos não devem
guardar tesouros para seus pais, mas os pais sim, estes devem guardar
tesouros para seus filhos.

Isto posto, é contundente e absolutamente indispensável que pastores
precisam envidar todo seu esforço em cuidar de suas ovelhas. Pastores
não podem perder este foco, e evangelho não pode ser uma profissão,
nem Igreja pode ser um negócio.

Não obstante, qualquer um vê muito disso por aí sem muito esforço...

Entendo que se qualquer pessoa como líder de uma Igreja, considerar
que esta missão o tornará materialmente rico, esta pessoa deve
repensar seus conceitos porque trilha caminhos errados. Ora, pastores
não podem exigir nada que seus discípulos não tenham condições de
oferecer, isto é, eles não podem ser pesados às suas ovelhas.

Comento estas coisas porque observo Igrejas nascerem quase todos os
dias, aqui e acolá, e observo pastores focados em cifras, sem foco
algum nas pessoas que cuidam (ou deveriam cuidar). Há uma inversão de
valores e a origem desta anomalia é o amor ao dinheiro e as coisas
deste mundo.

Ninguém deveria ser um profissional do altar porque não se poder a
essência daquilo que Deus quer que façamos.

A vida ministerial, mais especificamente, o Ministério Pastoral é uma
via de mão dupla, isto é, os pastores devem por dever de ofício cuidar
de seus discípulos, devem investir na vida de suas ovelhas, devem se
desgastar por elas. Nunca o contrário, pois Paulo é cristalino ao
frisar: "Não são os filhos que devem poupar para os pais, mas são os
pais que devem poupar para seus filhos."

No instante que pastores se preocuparem com o fato que seus discípulos
estão investindo muito pouco nele próprio, é hora de encerrar seu
ministério. Simplesmente porque pastores não podem exigir um estilo de
vida que seja um peso para sua Igreja.

Há muitas Igrejas bem ricas, e isso não é necessariamente ruim,
entretanto o coração destes pastores precisa estar focados nas pessoas
pois elas são seus verdadeiros tesouros. Em síntese: Pastores precisam
focar suas ovelhas e jamais aquilo que as ovelhas podem lhes oferecer.
Ninguém consegue esconder qualquer coisa de Deus, portanto, voltando
para o apóstolo Paulo, os pastores das Igrejas não devem explorar
nenhum de seus discípulos ou fiéis.

Pastores precisam amar suas ovelhas incondicionalmente... Afinal, onde
está o seu coração, aí está o seu tesouro.


 

JOÃO ANTÔNIO PAGLIOSA

Tag's: Opinião


Comentários

Preencha o formulário abaixo e clique em "Comentar" para enviar seu comentário


ComentÁrios Facebook


Mais Notícias

E-mail: redacao@gentedeopiniao.com.br - gentedeopiniao@gmail.com

Diretor Comercial Luiz Carlos Ferreira - Jornalista Responsavél Luka Ribeiro

Telefone: (69) 3221 4532 e (69) 3221 4532

Endereço: Av Getulio Vargas 2086 - Sala Comercial 5 , Bairro: Nossa Senhora das Graças - CEP: 76804-114

Cidade/Estado: Porto Velho/RO

É autorizada a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, informando a fonte em nome de Gente de Opinião

Gente de Opinião | Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados