Porto Velho,
Rss Canal YouTube Facebook Twitter


'O PSDB voltou a ser o velho PMDB', diz Arnaldo Madeira

Na avaliação do ex-deputado Arnaldo Madeira, um dos fundadores do PSDB, o partido cometeu "erro enorme" ao ser aliada do governo federal; para ele, a indefinição tucana sobre a permanência ou não na base foi apenas mais um um capítulo na história da legenda que, às vésperas de completar 29 anos, segue marcado pelas contradições e vacilações, sem nunca ter conseguido se definir conceitualmente

19/06/2017 - [07:26] - Política

247 - A indefinição que permeou o debate no PSDB sobre a permanência ou não na base do governo Michel Temer representa apenas mais um capítulo na história de um partido que, às vésperas de completar 29 anos, segue marcado pelas contradições e vacilações, sem nunca ter conseguido se definir conceitualmente. É desta forma, sem surpresas e com um olhar crítico, que o ex-deputado federal Arnaldo Madeira acompanha a participação da sigla, na qual foi um dos fundadores, no desenrolar da atual crise política.

"O PSDB, embora tenha escrito suas resoluções, não consegue até hoje assumir conceitualmente um programa em que todos sejam favoráveis. Decisões importantes, como essa de ficar ou sair do governo Temer, não são votadas. São tomadas com base no resultado de um conjunto de conversas. O partido sempre foi assim. Essa é a nossa história, infelizmente", diz Madeira, que não disputa eleições desde 2010, quando não conseguiu sua quinta reeleição consecutiva para a Câmara dos Deputados.

Aos 77 anos e recém recuperado de uma pneumonia que o deixou oito dias internado no hospital, o ex-deputado comenta as agruras do partido na condição de integrante do diretório nacional e com a experiência de quem deixou o PMDB para fundar o PSDB, em 1988, e ao longo das últimas décadas ocupou os mais variados cargos nas administrações tucanas, como a liderança na Câmara dos Deputados no governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) por mais de quatro anos.

"O PSDB rodou, rodou e voltou a ser o velho PMDB, só que mais fraco do ponto de vista parlamentar. Ou seja, um partido de caciques regionais, com uma história conceitual boa, mas que desperta enorme raiva da população, sobretudo quando perde eleições e volta na prática do dia-dia a ter vacilações", afirma Madeira ao lembrar que os tucanos deixaram a desejar na oposição aos governos do PT ao votarem com a base aliada pela criação de cargos e pelo aumento de salários, às vezes, maiores do que aqueles que foram propostos.

As informações são de reportagem de Fernando Taquari no Valor.


Comentários

Preencha o formulário abaixo e clique em "Comentar" para enviar seu comentário


ComentÁrios Facebook


Mais Notícias

Opinião TV

+ Vídeos

E-mail: redacao@gentedeopiniao.com.br - gentedeopiniao@gmail.com

Diretor Comercial Luiz Carlos Ferreira - Jornalista Responsavél Luka Ribeiro

Telefone: (69) 3221 4532 e (69) 3221 4532

Endereço: Av Getulio Vargas 2086 - Sala Comercial 5 , Bairro: Nossa Senhora das Graças - CEP: 76804-114

Cidade/Estado: Porto Velho/RO

É autorizada a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, informando a fonte em nome de Gente de Opinião

Gente de Opinião | Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados