Porto Velho,
Rss Canal YouTube Facebook Twitter

Orlando Júnior

Orlando Pereira da Silva Junior é natural de Porto Velho, nascido em 7 de setembro de 1958, filho de Orlando Pereira da Silva e Maturina Cavalcante Silva, 1ª professora nomeada no Território Federal do Guaporé. É formado em Educação Física, Administração e Comercio e Direito. É professor Universitário, autor de livros e Auditor Fiscal de Tributos de Rondônia. Fone: (69)9981-3132

'Causos' de Porto Velho

20/05/2010 - [11:46] - Opinião



Acredito que o causo que vou contar, ocorrido em nossa cidade de Porto Velho, muitos dos leitores nascidos aqui ou residentes a muito tempo, principalmente os moradores do bairro do Caiari, já ouviram falar.

Dizem que um dia, a Cristina Santana, filha do Seu Baiano e de Dona Rosilda, convidou uma amiga que morava no interior do estado para passar uns dias em Porto Velho e ficar hospedada em sua residência.

A jovem, querendo conhecer a capital, veio muito animada e como vinha à capital, trouxe suas melhores roupas e para melhorar seu look, também colocou em sua bagagem um par de botas cano alto, lindona, como diria a turma.

Chegando à casa da Tinha, como é conhecida entre os amigos a Cristina, a jovem amiga, para não sujar o chão, tirou as botas na porta e deixou-as do lado de fora da casa, na varanda.

Em poucos minutos, toda a família Santana já sabia que na casa da Tinha estava hospedada uma moça muito bonita vindo do interior.

De pronto aparece o Duca, que não era parente mas era amigo muito intimo da família.

Então aparece na casa o Biza, também conhecido como Bodó e seu amigo Duca, em face da ingenuidade do Biza, ao vê-lo chegar de pronto lhe oferece um par de botas que “havia comprado e não tinha gostado”

O Biza, do alto de sua ingenuidade, vê a bota, nota que é do tamanho de seu é e gosta dela. Ao perguntar o preço, Duca diz que custa mais ou menos uns 20 cruzeiros e o Biza diz que pode pagar em até quatro vezes, pois o valor era alto demais para o momento. O que foi de pronto aceito pelo Duca.

Lá pelas 8 da noite, a Tinha convida sua amiga para irem tomar umas cervejas e comer uma pizza na Roda Vida, que funcionava na esquina da Sete de Setembro com a Rogério Weber, na galeria do Ferroviário.

A jovem procura sua bota e não encontra – e não iria encontrar nunca, pois o Biza já tinha “comprado” e levado o produto.

Achando que alguém tinha guardado a bota, a amiga, para não perder tempo, calça um par de tênis e lá vão as duas, descendo a ladeira da Presidente Dutra, para a noitada.

O Biza, que tinha ido tomar banho em nossa piscina particular. Na verdade, nossa piscina era a caixa d’água que tinha na garagem do governo, onde hoje é a praça das três caixas d’água que no final do dia a meninada ia tomar banho lá.

Pois bem, o Biza pergunta pela amiga da Tinha e Dona Rosilda informa que todos tinham ido para a pizzaria.

Para fazer bonito, o Biza põe sua melhor roupa, seu par de botas, passa uma Seiva de Alfazema e se manda pra Roda Vida.

Chegando lá, senta junto com a turma, cruza os pés todo charmoso e fica batendo ao lado da bota, para impressionar a amiga de sua irmã.

Quando a Tinha vê aquela marmota quase cai da cadeira e não tem onde por a cara.

Discretamente – se é que a Tinha tem como ser discreta numa hora dessas – chama o Biza com um “psiu”.

O lindão, achando que sua irmã apenas o quer afastar da amiga, simplesmente diz:

_ Qual é mana? Quer mesmo atrapalhar minha paquera?

Como resultado da confusão, a Cristina, morta de vergonha, pede desculpa para a amiga que apenas se diverte com o ocorrido.

Biza descobre que foi enganado pelo amigo Duca e devolve o par de botas.

Duca fica proibido de entrar na casa do Seu Baiano, mas em sinal de protesto, não devolve o dinheiro recebido do Biza como parte do pagamento do famigerado par de botas.

Fonte: Orlando Júnior

 

Tag's:


Comentários

  • enio - 28/09/2010

    O Duca enganou o Bizó mais de mil vezes.

  • Amarildo Lins - 04/06/2010

    Grande amigo Lola, tive o prazer de conhecer a figurado Duca, que cara 100%.rnUm grande abraço

  • claudino - 27/05/2010

    essa foi boa.

  • cristina(tinha) - 20/05/2010

    Amigo gostei muitooooo! tenho certeza temos muitoooos causo para contar, lembra do parquinho que existia enfren.te a vila que a gente não deixava as crianças do outro bairro brincar? bjs.......

Preencha o formulário abaixo e clique em "Comentar" para enviar seu comentário


ComentÁrios Facebook


Mais Notícias

E-mail: redacao@gentedeopiniao.com.br - gentedeopiniao@gmail.com

Diretor Comercial Luiz Carlos Ferreira - Jornalista Responsavél Luka Ribeiro

Telefone: (69) 3221 4532 e (69) 3221 4532

Endereço: Av Getulio Vargas 2086 - Sala Comercial 5 , Bairro: Nossa Senhora das Graças - CEP: 76804-114

Cidade/Estado: Porto Velho/RO

É autorizada a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, informando a fonte em nome de Gente de Opinião

Gente de Opinião | Copyright © 2017 | Todos os direitos reservados