Porto Velho,
Rss Canal YouTube Facebook Twitter

Silvio Santos

Colaborador do Gentedeopinião, ZEKATRACA é titular da coluna Lenha na Fogueira no jornal Diário da Amazônia. E-mail: zekatracasantos@gmail.com

Secel incentiva formação da Teia

10/10/2011 - [05:53] - Cultura

PONTOS DE CULTURA

A Teia tem por objetivo promover a aproximação e o intercâmbio entre os 30 Pontos do Estado

Na próxima quinta feira dia 13, a coordenação dos Pontos de Cultura Rondônia, reúne os dirigentes das entidades conveniadas, para deliberar sobre a formação da “Teia Rondônia”. De acordo com o coordenador do Programa Mais Cultura em Rondônia professor Aldimar Reis – Dinho o objetivo da reunião, é apresentar aos dirigentes dos Pontos de Cultura a minuta das normas que vão reger a formação da “Teia Rondônia”. “Salientamos que a Coordenação dos Pontos de Cultura da Secel está apenas provocando a reunião, já que a decisão sobre as ações da Teia deve partir dos interessados”, disse Dinho.

Em encontro recente entre a Coordenação dos Pontos e alguns dirigentes, foi elaborada a minuta que será apresentada aos demais integrantes dos Pontos de Cultura na reunião do dia 13. “Neste sentido o evento será realizado pela Comissão Pró-TEIA - Rondônia e a Coordenação Rondoniense dos Pontos de Cultura (CRPC) em parceria com o Ministério da Cultura (MinC), Secretaria Estadual de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) e Prefeitura de Porto Velho-RO.

A Teia Rondônia tem por objetivo promover a aproximação e o intercâmbio entre os mais de 30 Pontos de Cultura do Estado de Rondônia e a divulgação dos trabalhos destes espaços para a comunidade em geral. “Sendo assim, a Teia Rondônia contará com as respectivas atividades: Mostras, intervenções artísticas, círculos de debates, fórum, oficinas culturais e feira solidária dos produtos dos pontos de cultura”, disse Edjales, lembrando que os dirigentes dos Pontos de Cultura podem obter mais informações a respeito do encontro de quinta feira dia 13 através do telefone (69) 3216-5125 falar com o Dinho.


 


 

Não quero nem comentar o espetáculo que foi o show “Filho de uma história”, apresentado pelo Silvinho sexta feira no Teatro 1 do Sesc Esplanada.

 

**********

Apenas que foi emocionante para mim, pois o menino lembrou de coisas que eu nem sabia que tinha feito.

 

**********

O Carlinhos Maracanã escreveu uma crônica sobre o show que estaremos publicando na edição de amanhã.

 

*********

Para o amigo fazer idéia de como me senti durante a homenagem do meu filho, ao ler o que o Maracanã escreveu, as lágrimas voltaram a rolar pelo meu rosto. Dividam comigo essa emoção amanhã, por favor!

 

**********

A respeito da crônica que o Tatá escreveu sobre a disputa de samba enredo nas escolas Asfaltão e Diplomatas e que foi publicada neste jornal, o Jair Monteiro enviou o seguinte e-mail.

 

**********

Caro Zé Katraca, - Infelizmente, sou obrigado a picar e repicar o amigo Altair Santos, o nosso Tatá, quando o mesmo ao fazer uma alusão a Diplomatas no que se refere "ao tremer nas bases" em virtude da possível defenestração do excelente compositor Bainha das hostes do Asfaltão. Se a matéria elaborada foi no intuito de colocar mais "Lenha na Fogueira" é um bom "self service", ou melhor, uma tremenda "panelada de mocotó". Entretanto, em se tratando de uma postura de escola de samba que tem consciência da sua grandeza na cultura de Porto Velho, a Diplomatas está pouco ligando no que está acontecendo nos domínios do Asfaltão ou qualquer outra agremiação sem desmerecê-las, é claro. Posso afirmar isso, em virtude da conversa que tive com o Presidente Fabiano, onde o mesmo me confidenciou que mais uma vez a Escola está preocupada, como sempre, com as alegorias, fantasias, bateria, comissão de frente e samba enredo, estando neste último a preocupação maior na lisura da disputa, uma vez que o tema escolhido é enredo prá ganhar o carnaval. Posso dizer de antemão, que a disputa de samba enredo este ano na Diplomatas, vai-nos remeter aos áureos tempos de glória em que o samba varava a madrugada. Isto posto, a Diplomatas mais uma vez demonstra a sua preocupação com o desenvolvimento do seu carnaval confiando na fundação calculada (isto já palavreado técnico da minha formação profissional - Engº Civil), do respeito aos torcedores e fãs e com o erário público.

 

*************

Enquanto isso:

 

************

A coordenação da V Mostra Amazônica de Filmes Etnográficos - Olhares sobre a Amazônia informou que o filme “A Tormenta” do diretor rondoniense Carlos Levy foi selecionado para concorrer na mostra competitiva desse ano, que acontece de 21 a 27 de outubro, no Teatro Gebes Medeiros e Casa Ivete Ibiapina na cidade de Manaus. Lançado no mês de julho de 2011 em Porto Velho, o filme “A Tormenta com Botôto”, conta a história do artista regional Botôto, narrando sua trajetória de vida no mundo das artes, principalmente utilizando o lixo urbano como matéria-prima em suas obras em favor do planeta. “Participar de mostras que fomenta a produção audiovisual, principalmente, a nossa produção amazônica, é meta de todo realizador e, nada como prestigiar eventos dessa natureza na região Norte. Vamos aguardar o resultado final da Mostra”, frisou Carlos Levy.

 

**************

Sai o enredo da escola de samba Acadêmicos do São João Batista:

 

*********

Rio Madeira – A Epopéia do Novo Eldorado Brasileiro!

 

***********

Dá samba: Elementos reais, lendários e místicos - confronto do ontem, hoje e amanhã.

 

**********

A verticalização de Porto Velho. Antes a corrida pela borracha, depois pelo ouro, depois pela energia.

 

**********

 

Enfim as hidrelétricas saíram, a ponte saiu, os viadutos hão de sair.

 

***********

Em meio a tudo isso, a benção da Iara, o encanto do boto, mas tem cobra grande pra te pegar.

 

************

Tem gente de todo lugar, tem cultura de todo lugar, tem gente tomando chimarão sob sol de 40 graus.

 

************

Vai ser uma grande viagem nesse leito.

 

*********

Aí Silvio demorou mais saiu

 

**********.

Agora só falta rolar o apoio do Senador Padrinho,

 

*********

Como me disse Manelão uma vez "Põe essa porra na avenida igual fazíamos na Caiari, trabalhando os bastidores pra matar os caras", lembra o presidente da escola Rogério Nunes.
 


 

DANÇA

Bellydance Amazônia Orient

O espetáculo Bellydance Amazônia Orient, que reunirá a dança do ventre e vários outros ritmos, acontecerá no próximo dia 15 no teatro de arena da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, em Porto Velho. O evento coordenado pela dançarina Christina Pontes vai reunir em um só local a fusão de ritmos amazônicos, tribais e orientais.

“Estamos preparando um espetáculo de dança que contará com várias expressões e um corpo de dançarinos com mais de 30 integrantes. Além dos profissionais de Porto Velho também receberemos a dançarina Joline Andrade (dança tribal), Maise Ribeiro (belly dance jungle) e o grupo Caxemira (dança indiana)”, comentou a organizadora do evento, Christina Pontes.

A professora e dançarina explica ainda que o Bellydance Amazônia Orient não será apenas uma apresentação de dança como se costuma assistir em Porto Velho. “Vamos inovar com a participação de um grupo de percussão e ainda a presença da cantora Ceiça Farias, que interpretará canções com temas amazônicos”, destaca Christina Pontes.

O evento, que é uma realização do I.TEM (Instituto de Tecnologia, educação, pesquisas socioambiental e cultural do Mamoré), promete encantar o público que poderá conferir o espetáculo inteiramente gratuito a partir das 19 horas do próximo dia 15.

“Temos uma parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Esporte de Cultura e Lazer (Secel), a Assembleia Legislativa, Prefeitura de Porto Velho e o apoio cultural fundamental da deputada estadual Ana da 8 (PT do B) que está possibilitando a presença de todas as atrações especiais.

 

Fonte: Sílvio Santos - zekatracasantos@gmail.com
Gentedeopinião / AMAZÔNIAS / RondôniaINCA / OpiniaoTV / Eventos

Comentários

Preencha o formulário abaixo e clique em "Comentar" para enviar seu comentário


ComentÁrios Facebook


Mais Notícias

redacao@gentedeopiniao.com.br | gentedeopiniao@gmail.com
Rua Quintino Bocaiuva,3108 - Sala B - Porto Velho - Bairro: Olaria - CEP: 78900-000 - Porto Velho - RO
É autorizada a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, informando a fonte em nome de Gente de Opinião
Diretor Comercial: Luiz Carlos Ferreira - Jornalista Responsável: Luka Ribeiro - Fone: (69) 9981 9082 e (69) 9262 2007
Desenvolvimento: Rodrigo Goes e Alisson Cleiton