Porto Velho,
Rss Canal YouTube Facebook Twitter

Silvio Santos

Colaborador do Gentedeopinião, ZEKATRACA é titular da coluna Lenha na Fogueira no jornal Diário da Amazônia. E-mail: zekatracasantos@gmail.com

Zekatraca: Faleceu o poeta Bolívar Marcelino

27/10/2010 - [06:12] - Política

 

O professor aposentado, poeta e membro fundador da Academia de Letras de Rondônia Bolívar Marcelino, faleceu na noite desta segunda-feira, 25, no hospital 9 de Julho, em Porto Velho, vítima de complicações diversas. Seu corpo foi enterrado ontem no cemitério dos Inocentes em Porto Velho.Bolivar Marcelino

Considerado por muitos como um dos grandes nomes da poesia rondoniense, Bolívar Marcelino nasceu em Natal (RN) e veio com os pais para Porto Velho em 1938. 

Formado em Ciências Contábeis pela Escola Estudo e Trabalho, também fez os cursos de Letras e Estudos Sociais pela Universidade Federal do Pará, pós-graduado pela UNIR em História e Geografia e bacharelou-se também pela UNIR em Direito, inscrito com número 505 na seccional da OAB.

Membro fundador da Academia de Letras de Rondônia onde ocupava a cadeira número 5, cujo patrono é o poeta Antonio Tavernard.

Poeta regionalista retratou em sua obra a vida do seringueiro, o canto do Uirapuru, a enchente do Rio-Mar, a beleza da Vitória Régia, o drama da Madeira-Mamoré e a paisagem amazônica. Dentre outras obras de sua lavra, encontram-se “Tarde de Verão”, Folhas do Outono”, Chuvas de Inverno”, “Ensaio sobre o poeta Antonio Tavernard” e “Rosas da Primavera”. 

Sua poesia épica é uma ode à cidade de Porto Velho.
 


Porto Velho
Bolívar Marcelino

Porto Velho da minha infância e da minha adolescência,
das barrancas do rio, do velho trapiche do Aripuanã...
do ponto inicial da Madeira-Mamoré.
- Debruço-me no teu passado e vejo na retina dos meus olhos:
A favela,
A Rua-da-Palha,
A Ladeira do João-barril,
O velho coqueiro solitário da Baixa da União
E me perco em memórias e recordações...
Porto Velho das reuniões do Bar-Central,
da velha ponte Guapindaia,
do Parque Municipal,
do "buraco" do Aníbal e do Chico do "buraco";
das velhas casas de madeira dos ingleses,
Casa Seis, Três, Hotel Brasil, do Paraíso e do Clube Internacional.
Porto Velho do Igarapé-Grande, de águas brancas, cristalinas, murmurejantes...
do Beco do Mijo, da Ponte do Suspiro, da Vila Confusão.

Porto Velho cosmopolita, de espanhóis, portugueses, ingleses, barbadianos, nordestinos, colonizadores.
Porto Velho do Pedro do Rádio,
do Macedo telegrafista,
do professor Carlos Costa,
do Butioni,
do Aluízio, como dizia o Getúlio,
Porto Velho das figuras populares:
Zé Quirino e Tainha
da política apaixonada: cutuba e pele-curta,
Porto Velho dos diminutivos:
Ferreirinha, Oliveirinha, Teixirinha, Freitinhas...
Porto Velho do "gabarito",
da Fifi Lorotoffi,
do Nuno IV,
do João do Vale,
Porto Velho do "footing" da Praça Rondon,
de mil lembranças que trago dentro do peito, na minha saudade; berço de minhas filhas, dos meus filhos, de minhas ilusões.
Porto Velho que dia a dia cresce a retorcer-se num canto do meu coração...

 


 




 

Amanhã (28), é o dia do funcionário público.

*******

Aí me lembro do tempo do governador Jorge Teixeira e da existência da Associação dos Servidores Públicos de Rondônia – Aspron.

*******

Naquele tempo o dia do funcionário era festejado com shows de artistas de renome nacional e internacional como Martinho da Vila.

*******

Porém o melhor mesmo era a premiação;

*******

Centenas de brindes eram sorteados entre os funcionários.

*******

Televisão, eletro domésticos e até carro.

*******

A programação acontecia no Ginásio Claudio Coutinho, estádio Aluizio Ferreira e na quadra do Sesc Esplanada.

*******

Outra pessoa que podemos considerar como grande incentivadora das festas em homenagem ao dia do funcionário público, era a professora Claudete esposa do meu particular amigo doutor Luiz Gonzaga que foi bom prefeito de Porto Velho.

******* Ex governador Oswaldo Piana

A última grande festa em homenagem ao servidor aconteceu na Quadra do Sesc Esplanda e foi coordenada pela professora Claudete. Aí já era no tempo do governo Piana.

*******

Hoje o servidor estadual não é lembrado de maneira nenhuma.

*******

Aliás, nos programas políticos de amanhã com certeza, o candidato governador, vai fazer loas aos servidores, más é só no programa político, porque valorizar mesmo, “nem seu souza”.

 

Por isso:

 

********

Vamos continuar exaltando o trabalho do poeta Bolívar Marcelino, falecido na noite da última segunda feira e enterrado ontem (26), no cimitério dos Inocentes em Porto Velho.

 

*******

Bolívar Marcelino cantou em verso monumentos histórico e cidades de Rondônia como Forte Príncipe da Beira, Guajará Mirim, Ferrovia Madeira Mamoré e é claro Porto Velho.

*******

Cantou também Rondônia estado, através do:

*******

Poema de Exaltação a Rondônia.

*******

Passamos a reproduzir:

 

*******

Salve Rondônia! De promessas mil! Que no alvorecer de um novo Estado, hás de crescer, com outros, lado a lado, como nova esperança do Brasil...

******

Salve Rondônia! A terra alvissareira, que agora nasce tão pujante e forte, tu ás de ser nesta fronteira-norte, o orgulho da pátria brasileira...

 

********

Pelo trabalho, hás de forjar vitória, da terra destinada a engrandecer, Por isso, já começaram a te escreve, nas páginas mais viris de tua história...

 

**********

 

Nos rios; nas matas; no quadrante, de ti, se ouvirá FALAR, Rondônia! Como o mais novo símbolo da Amazônia, a despertar desse Brasil-Gigante...

 

********

Tuas virgens florestas, tuas riquezas, a tua esplendorosa hidrografia, hão de gerar mais força e energia: - Grandeza-Mãe de todas as grandezas...

 

********

 

O cacau, o café: força pujante, que há de libertar a economia, Irá se transformando, dia a dia, pela vontade férrea do imigrante...

 

*******

No torvelinho do trabalho insano, que modifica a terra, docemente, há de gerara mais fértil semente, neste solo de paz, rondoniano...

 

*******

 

E como uma Canaã, tão prometida, a correr leite e mel, qual Eldorado, tu serás o futuro grande Estado, no oeste da pátria estremecida...

 

*******

 

E no teu peito forte e varonil, onde tremula ao vento tua bandeira, tu hás de ser desta Nação inteira, um símbolo de progresso do Brasil...

 

*******

 

Não exalto os homens. É mais fecundo falar da terra que cresce e frutifica; Os homens passam e esta terra fica, e é um bem mais sagrado deste mundo...

 

*******

 

E nós, rondonienses do passado, juntamente com todos do presente, levantaremos com o fervor de um crente, brinde a Rondônia: nosso novo Estado...

 

*******

 

E de braços erguidos, altaneiros, Gritaremos com júbilo e bem forte: - Salve Rondônia! A campeã do Norte, Terra amiga de todos os brasileiros...


 




 


CARNAVAL 2011


Fesec entrega projeto
a Mirian Saldanha

A solenidade vai acontecer na sede da Fundação Cultural Iaripuna

Nesta sexta-feira, dia 29 de outubro, a Federação das Escolas de Samba e Entidades Carnavalescas de Rondônia entrega a Senhora Mirian Saldaña, Chefia de Gabinete da Prefeitura de Porto Velho, e ao Senhor Altair dos Santos Lopes (Tatá), Presidente da Fundação Iaripuna, em solenidade oficial, o Projeto Carnaval 2011: Folia e Tradição Para Todos, no qual consta um levantamento da Federação, elencando produtos e serviços a serem contratados pela Fundação Iaripuna, necessários para estruturar, sonorizar e iluminar a Passarela do Samba Édson Fróes, espaço por onde desfilam nossas agremiações carnavalescas.

A cerimônia acontecerá no Gabinete da Presidência da Fundação Iaripuna, situada a Rua Tenreiro Aranha, 3205, Olaria, a partir das 09h00min da manhã.

O projeto entregue solicita também, por meio de convênio celebrado entre Iaripana e a FESEC, o repasse de aporte financeiro no valor de R$ 350.000,00 (trezentos e cinqüenta mil reais), divididos em duas parcelas. Trata-se de auxílio montagem a ser rateado entre as escolas de samba de Porto Velho, para que as mesmas cubram despesas oriundas da confecção de alegorias, fantasias e adereços, contratação de artistas, artesãos, aderecistas, carpinteiros, serralheiros e a mais variada mão-de-obra qualificada, e aquisição de materiais diversos, necessários para uma espetacular apresentação dos grêmios carnavalescos Diplomatas do Samba, Asfaltão, São João Batista, Armário Grande, Império do Samba e Rádio Farol.

 

Siga o Gentedeopinião no 



 Fonte: Sílvio Santos - zekatracasantos@gmail.com  
 
Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube  / Turismo   /  Imagens da História

 

Comentários

Preencha o formulário abaixo e clique em "Comentar" para enviar seu comentário


ComentÁrios Facebook


Mais Notícias

redacao@gentedeopiniao.com.br | gentedeopiniao@gmail.com
Rua Quintino Bocaiuva,3108 - Sala B - Porto Velho - Bairro: Olaria - CEP: 78900-000 - Porto Velho - RO
É autorizada a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, informando a fonte em nome de Gente de Opinião
Diretor Comercial: Luiz Carlos Ferreira - Jornalista Responsável: Luka Ribeiro - Fone: (69) 9981 9082 e (69) 9262 2007
Desenvolvimento: Rodrigo Goes e Alisson Cleiton